Abastecimento

Reajuste em contas de águas do DF fica para 2021 por causa da pandemia

Adasa adia aumento das tarifas nas contas de água pela segunda vez, levando em consideração a "queda da atividade econômica e a elevação do nível de desemprego no Distrito Federal"

Correio Braziliense
postado em 15/09/2020 10:16
Esta é a segunda vez este ano que a Adasa adia o aumento das contas de água -  (crédito: Monique Renne/CB/D.A Press - 4/8/10)
Esta é a segunda vez este ano que a Adasa adia o aumento das contas de água - (crédito: Monique Renne/CB/D.A Press - 4/8/10)

O reajuste nas contas de água do Distrito Federal que estava marcado para o dia 1º de outubro foi adiado. A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico (Adasa) alterou a data do aumento para 1º de janeiro de 2021.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) desta terça-feira (15/9), levando em consideração “a situação de pandemia por covid-19” e “as análises sobre a queda da atividade econômica e a elevação do nível de desemprego” na capital.

Este é o segundo adiamento do reajuste, que ocorria, inicialmente, em 1° de junho. A Adasa explica que a data do primeiro dia de 2021 também pode ser reavaliada, a depender do enfrentamento da emergência de saúde pública no DF quanto à disseminação da covid-19.

A publicação do Diário Oficial traz ainda que “os impactos econômico-financeiros decorrentes do adiamento do Reajuste Tarifário Anual de 2020 serão compensados nas tarifas, após o término do período da emergência”.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação