Capacitação

Edital oferece até R$ 10 mil para mulheres ministrarem oficinas

Serão escolhidas 40 facilitadoras para ministrar oficinas de várias especializações em economia criativa. Inscrições começam nesta sexta-feira (18/9) e vão até 19 de outubro

Tainá Seixas
postado em 17/09/2020 16:10 / atualizado em 17/09/2020 16:46
 (crédito: Divulgação/OEI)
(crédito: Divulgação/OEI)

A Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e a Secretaria de Estado da Mulher do Distrito Federal (SMDF) divulgaram, nesta quinta-feira (17/9), um edital para seleção de professoras-facilitadoras para oficinas de capacitação em diversas áreas de economia criativa. As inscrições podem ser feitas a partir desta sexta-feira (18/9) e vão até às 17h59 de 19 de outubro.

A iniciativa, chamada Mulheres Hipercriativas, visa ao aperfeiçoamento de mulheres na área de comunicação, publicidade, marketing, multimídia, organização de eventos, moda, gastronomia, design gráfico e de produtos e gestão empreendedora. O objetivo é que o projeto capacite quatro mil mulheres do Distrito Federal que queiram começar um novo projeto ou aperfeiçoar o próprio negócio com técnicas modernas de vendas e gestão.

As propostas contempladas receberão R$ 2,5 mil, R$ 5 mil e R$ 10 mil, conforme modelo de oficina apresentado. Para se inscrever, as mulheres devem ser maiores de 18 anos, brasileiras e residentes no Distrito Federal. Além disso, é desejável ter experiência na condução de oficinas e domínio do conteúdo. Funcionárias, colaboradoras ou consultoras da OIE e SMDF não poderão participar.

As propostas devem ser de 10, 20 ou 40 horas/aula, prevendo aulas gravadas e aulas interativas, presenciais ou a distância, além de material didático sobre o tema. Cada oficina deverá disponibilizar, no mínimo, 20 vagas por turma, que poderá ser ofertada até cinco vezes, de acordo com demanda. Cada proponente pode apresentar apenas uma proposta de oficina e deve realizar um vídeo de apresentação de até dois minutos.

A seleção será feita em duas etapas: habilitação e avaliação das propostas. A primeira é destinada a verificar se as informações estão completas e se os documentos necessários foram enviados. Em seguida, a comissão avaliará a proposta conforme critérios estabelecidos no edital.

As inscrições devem ser feitas por meio de formulário de inscrição, com documentos exigidos no edital, no site do projeto. O edital pode ser conferido na íntegra aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação