Revitalização

Ibaneis quer criar pontos de lazer em postos desativados da PM

Governador diz que já solicitou estudos à Novacap; promessa foi feita durante inauguração de praça no Lago Norte

Washington Luiz
postado em 29/09/2020 10:44
No Distrito Federal, postos comunitários de segurança, utilizados pela PM, foram alvo de vandalismo nos últimos anos -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 3/3/14)
No Distrito Federal, postos comunitários de segurança, utilizados pela PM, foram alvo de vandalismo nos últimos anos - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press - 3/3/14)

O governador Ibaneis Rocha disse, nesta terça-feira (29/9), que pretende criar pontos de lazer nos postos desativados da Polícia Militar. Segundo o chefe do executivo local, a Novacap fará um levantamento de todas as áreas que podem passar por essa revitalização.

“Nós tivemos, aqui em Brasília, vários desses pontos onde existiam as armações para a polícia que foram retiradas e estão abandonas. Então, esse projeto ficou tão interessante que já pedi à Novacap que fizesse um levantamento de todas as áreas para que a gente pudesse ter pontos de encontro, pontos de lazer e pontos de ajardinamento na cidade. Nós vamos levar essa ideia, que foi uma grande ideia, para vários locais de Brasília”, disse.

Os postos comunitários da PM foram criados em 2008 para trazer segurança e garantir presença ostensiva da polícia, mas se transformaram em locais fantasmas ao custo de R$ 18 milhões aos cofres públicos. Nas regiões do Distrito Federal onde alguns resistem, apenas a estrutura se mantém erguida.

A promessa do governador foi feita durante inauguração da Praça Francisco Ozanan, na QI 1 do Lago Norte, onde ficava um posto da polícia militar. Ozanan trabalhou na Novacap por 40 anos, entre 1969 e 2009, e ficou conhecido como pai dos ipês. Ele foi o responsável por embelezar a capital com espécies que pudessem nascer e resistir ao clima árido e ao calor peculiar do Distrito Federal.

Entre os seus projetos está o paisagismo do balão próximo ao aeroporto, um jardim formado por 20 mil flores de diferentes tipos e cores e árvores sempre verdes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação