Decisão

Retomada de visitas em unidades socioeducativas será escalonada

Os visitantes devem estar atentos às medidas de restrição impostas para evitar o contágio pelo novo coronavírus

Darcianne Diogo
postado em 02/10/2020 17:43
 (crédito: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 18/7/14)
(crédito: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 18/7/14)

A Secretaria de Justiça e Cidadania do Distrito Federal (Sejus) anunciou o retorno das visitas presenciais nas Unidades de Internação do Sistema Socioeducativo do DF. As visitas foram suspensas em 19 de março, em decorrência da pandemia causada pelo novo coronavírus. A decisão foi publicada na edição desta quinta-feira (1°/10) do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

O retorno será de forma gradativa e ocorrerá a cada 15 dias. Só será permitida a entrada de apenas um visitante por adolescente e o contato físico está proibido. Caso a norma seja descumprida, acarretará em uma advertência ao menor. A Sejus ressaltou que cada unidade de internação deverá elaborar o próprio cronograma de visitas, por módulo de convivência, de modo a distribuir o quantitativo de visitantes em dias e horários específicos, evitando aglomerações.

Familiares menores de 18 anos e acima de 60 anos estão proibidos de entrarem nas unidades, bem como aqueles que integram o grupo de risco (gestantes, doentes crônicos, imunossuprimidos, diabéticos, hipertensos, entre outros). “A retomada do contato presencial dos adolescentes com seus familiares atende a todos os protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias e garante a continuidade do fortalecimento dos vínculos familiares, fundamentais no processo de ressocialização”, reforçou a secretária da Sejus, Marcela Passamani.


Regras


Antes de entrar nas unidades, os parentes terão a temperatura corporal aferida, por meio de termômetro infravermelho. Pessoas com temperatura superior a 37,8º serão vetadas. O uso obrigatório de máscara facial será obrigatório, como determina o Governo do Distrito Federal (GDF).

Além disso, na entrada, o visitante preencherá um formulário de triagem, declarando não ter sintomas gripais nem ter tido contato com pessoas com diagnóstico positivo para covid-19 nos últimos sete dias. Não está autorizada a entrada de alimentos, mas é permitido levar roupas, itens de higiene e outros materiais de uso pessoal para os adolescentes.


Principais orientações da Sejus:
- Cada unidade terá um cronograma de visitas
- Encontros serão a cada 15 dias
- Cada socioeducando poderá receber só um visitante
- A entrada é permitida apenas para pessoas acima de 18 anos e que não estejam em grupos de risco, como idosos e gestantes, entre outros
- Não está autorizada a entrada de alimentos. É permitido levar roupas, itens de higiene e outros materiais - de uso pessoal para os adolescentes
- O visitante não deve apresentar pelo menos uma das seguintes situações: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, falta de ar, perda de olfato ou paladar, náusea, vômito e diarreia;
contato com alguma pessoa contaminada pela covid-19 nos últimos sete dias anteriores a visita; diagnóstico positivo para covid-19, ainda que assintomático.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação