VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Desconhecido salva mulher de tentativa de feminicídio em Brazlândia

O casal saía da casa de uma amiga, quando começou a discutir. O suspeito enforcou a vítima e, sem seguida, buscou uma faca e saiu correndo atrás da vítima no meio da rua

Darcianne Diogo
postado em 03/10/2020 14:16 / atualizado em 03/10/2020 18:39

Uma moradora de Brazlândia foi salva de uma tentativa de feminicídio por uma pessoa desconhecida. O crime aconteceu na noite de sexta-feira (2/10), e terminou com a prisão em flagrante de homem de 31 anos. De acordo com os investigadores da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), a vítima tem 36 anos e o casal voltava da casa de uma amiga quando começaram a discutir no meio da rua. 

Segundo o delegado-adjunto da 18ª DP, Ronney Teixeira, durante a briga, o homem tentou enforcar a companheira. A mulher, então, sentou no meio fio e, apavorada, começou a chorar. "Pouco tempo depois, o acusado foi em casa, pegou uma faca e correu em direção à vítima, ameaçando-a de morte. Uma testemunha que passava pela rua parou o carro, colocou a mulher no veículo e a levou direto para a delegacia, impedindo o crime", detalhou o investigador.

 Em ação conjunta, as polícias Militar e Civil prenderam o suspeito. Ele responderá pelo crime de tentativa de feminicídio e, caso seja condenado, poderá pegar pena de 12 a 30 anos de reclusão.

Outro caso

Neste sábado (3/10), três homens tentaram atear fogo em uma mulher, na Prainha do Lago Norte. Um dos suspeitos é ex-namorado da vítima e, segundo as investigações, não aceitava o término do relacionamento.

Policiais militares impediram o crime graças a uma denúncia de violência doméstica. A mulher estava coberta de gasolina e o suspeito segurava um isqueiro na tentativa de incendiá-la. O rapaz e os dois amigos foram presos em flagrante.

Onde pedir ajuda?


>> Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência; Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República


Telefone: 180 (disque-denúncia)


>> Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)


De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h


Locais: 102 Sul (Estação do Metrô), Ceilândia, Planaltina


>> Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)


Entrequadra 204/205 Sul - Asa Sul


(61) 3207-6172


>> Disque 100 ; Ministério dos Direitos Humanos


Telefone: 100


>> Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar


Telefones: (61) 3910-1349 / (61) 3910-1350

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação