Justiça

Homem que ateou fogo na casa da mulher é condenado a 22 anos de prisão

Segundo promotoria do caso, o homem queria matar a mulher após ser afastado do lar por decisão judicial

Correio Braziliense
postado em 05/10/2020 12:35

A Promotoria de Justiça Criminal e do Tribunal do Júri de Brazlândia obteve a condenação de Francisco de Assis Petronilio pelos crimes de tentativa de feminicídio e homicídio qualificado e descumprimento de medida protetiva. O homem é acusado de atear fogo na casa da esposa, também em Brazlândia

Além da esposa, um segurança também foi vítima do atentado. Francisco ateou fogo na casa de madrugada, após ser afastado do local por decisão judicial. Ele invadiu a residência e espalhou líquido inflamável pelos cômodos, além de colocar um botijão de gás aberto dentro do imóvel. A mulher e o segurança dormiam na casa quando o funcionário acordou com o barulho e enfrentou o criminoso. Francisco o atacou com golpes de faca.

A pena foi fixada em 22 anos e seis meses de reclusão em regime fechado e seis meses de detenção em regime semiaberto.

Segundo a Promotoria, embora a ação tenha sido praticada para matar a esposa, também trouxe danos indiretos de ordem patrimonial, porque a casa foi totalmente destruída. Além de colocar fogo na residência, Francisco atacou o segurança, o que reforça a intenção de cometer o homicídio. O réu já estava preso preventivamente. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação