SAÚDE

Hospital de Base retoma sessões de quimioterapia na próxima semana

Presidente do Iges-DF, Paulo Ricardo Silva, afirmou que todos os contratos com fornecedores de medicamentos passarão por revisão, para evitar desabastecimento no hospital

Correio Braziliense
postado em 22/10/2020 23:45
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), Paulo Ricardo Silva anunciou que as sessões de quimioterapia no Hospital de Base serão retomadas a partir da próxima semana. O anúncio ocorreu nesta quinta-feira (22/10), depois de uma reunião com fornecedores. No encontro, o grupo tratou da normalização dos estoques de medicamentos para pacientes com câncer atendidos na unidade de saúde.

O presidente destacou que não há risco de desabastecimento na rede e que todos os contratos com os fornecedores estão sob revisão. Até o momento, houve negociação com duas empresas que produzem os medicamentos. “Nós próximos dias, teremos a entrega desses remédios”, afirmou Paulo Ricardo. “Faremos o reagendamento de todos os pacientes o mais rápido possível. E vamos fazer uma força-tarefa, inclusive aos sábados, para atendê-los”, acrescentou.

Outubro rosa

De acordo com o Iges-DF, durante 17 dias de ações da campanha Outubro Rosa, foram realizados mais de 1,3 mil atendimentos de mulheres nas seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do DF, no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM), no Hospital de Base e no Ônibus da Mulher.

Nesta quinta-feira (21/10), o ônibus esteve em Taguatinga, na Praça do Relógio. A iniciativa leva orientação e prevenção ao câncer de mama, além de auxílio para a marcação de exames de mamografia. As participantes do projeto contam, ainda, com acolhimento e orientação sobre os direitos da mulher e sobre o que fazer em caso de violência doméstica.

Até 30 de outubro, o Ônibus da Mulher passará por regiões como Planaltina, Sol Nascente/Pôr do Sol, Itapoã, Brazlândia, Estrutural, Fercal, Riacho Fundo, das 8h às 17h.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação