ECONOMIA

Preço do gás de cozinha vai aumentar a partir desta quarta-feira

Distribuidoras do DF receberam comunicado da Petrobras sobre reajuste de 5%. Este é o nono aumento no valor do produto apenas neste ano

Thais Umbelino
postado em 03/11/2020 22:30
Com alteração, valor do botijão deve passar de R$ 100 -  (crédito: Vinícius Cardoso Vieira/Esp. CB/D.A Press)
Com alteração, valor do botijão deve passar de R$ 100 - (crédito: Vinícius Cardoso Vieira/Esp. CB/D.A Press)

O Sindicato das Empresas Transportadoras e Revendedoras de GLP — gás liquefeito de petróleo — do Distrito Federal (Sindvargas-DF) recebeu comunicado, na tarde desta terça-feira (3/11), sobre mais um reajuste no preço do gás de cozinha. O aumento de 5% entra em vigor a partir da meia noite desta quarta-feira (4/11). As distribuidoras vão repassar o valor à clientela, e o gás de cozinha pode ultrapassar o preço de R$ 100.

Presidente do Sindivargas-DF, Sérgio Costa cobrou transparência por parte da estatal e justificou o repasse aos consumidores. "Em meio a inúmeros reajustes, é impossível as empresas absorverem mais esse aumento. Nossa preocupação é com a prestação do serviço que disponibilizamos. O custo da entrega é altíssimo e pode ficar comprometido depois de tantos aumentos. Precisamos de mais transparência na política de preços adotada pela Petrobras", ressaltou.

Este é o nono reajuste no valor do gás de cozinha, segundo o Sindivargas-DF. Oito deles partiram da Petrobras e um, das distribuidoras. Somadas todas as altas, a correção representou um aumento de 45% no preço do botijão. As primeiras regulagens ocorreram em 23 de maio e 5 de junho.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação