Segurança

Secretaria da Mulher recebe R$210 mil para programa contra violência

O orçamento, disponibilizado por meio de emenda parlamentar, está previsto para março de 2021. Santa Maria será a primeira cidade a receber o programa.

Correio Braziliense
postado em 11/11/2020 15:23
 (crédito: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)
(crédito: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)

O programa “Jornada Zero Violência contra Mulheres e Meninas”, criado pela Secretaria das Mulher (SM-DF) junto em parceria com o Fundo de Populações das Nações Unidas (UNFPA), receberá reforço de R$ 210 mil para desenvolvimento de ações. A verba é resultado de emenda da deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) e tem previsão para ser repassada em março de 2021.

Segundo a Secretaria da Mulher, Santa Maria será a primeira região a receber as ações promovidas pelo programa. O objetivo é mobilizar a comunidade com divulgação e orientações sobre como fazer denúncias e fortalecer o combate às violências física, sexual, psicológica, moral ou patrimonial cometidas contra mulheres.

Até outubro de 2021, a iniciativa pretende visitar 33 regiões administrativas (RAs) do DF e do entorno. “Vamos percorrer as cidades e apresentar à população os equipamentos que existem para acolher as mulheres em situação de vulnerabilidade social e de violência. E, mais do que isso, vamos mobilizar os diversos setores da sociedade para nos ajudar nessa batalha”, afirmou a secretária da mulher, Ericka Filippelli.

“O único caminho para diminuir a violência contra a mulher é uma ação integrada e não apenas da segurança pública. É indispensável trabalhar em todas as frentes, da conscientização na infância até a punição de agressores e a proteção das vítimas”, reforçou Flávia Arruda, que preside a Comissão Externa de Combate à Violência Contra a Mulher na Câmara dos Deputados.

Entre janeiro e outubro de 2020, foram registrados 13 casos de feminicídios no Distrito Federal e 13.209 casos de violência, conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF). Em comparação ao mesmo período de 2019, houve uma queda de 51,85% no casos de feminicídio e de 5% nos registros de violência doméstica, com base na Lei Maria da Penha.

Para denunciar casos de violência contra mulher, a população pode acionar a Central de Atendimento à Mulher pelos telefones 156, opção 6, no Distrito Federal, e 180 em âmbito nacional.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação