Sistema prisional

Em seis dias, policiais penais recapturam três presos foragidos da Papuda

Nesta quarta-feira (11/11), os agentes localizaram um homem que cumpria pena por roubo. O rapaz era monitorado por tornozeleira eletrônica, mas a Justiça havia expedido mandado de prisão contra ele

Darcianne Diogo
postado em 11/11/2020 15:59 / atualizado em 11/11/2020 17:04
 (crédito: DPOE/Divulgação)
(crédito: DPOE/Divulgação)

Em seis dias, policiais penais da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE) recapturaram três presos foragidos do Complexo Penitenciário da Papuda. Nesta quarta-feira (11/11), os agentes localizaram um homem que cumpria pena por roubo. Ele foi conduzido à 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).

O procurado utilizava tornozeleira eletrônica e era monitorado pelo Centro de Integrado de Monitoração Eletrônica (Cime). A Justiça expediu um mandado de prisão por roubo contra ele. O rapaz foi preso na casa da mãe, em Vicente Pires. Agora, ele será transferido novamente ao sistema prisional.

Nesta segunda-feira (9/11), um outro fugitivo da Papuda foi localizado pelos policiais penais. No momento da captura, o homem tentou dispensar drogas no vaso sanitário da residência onde mora, em Ceilândia, e resistiu a prisão. O detento foi conduzido à 15ª DP (Ceilândia) e responderá, ainda, por porte de drogas e resistência.

Uma outra mulher, que cumpria pena por tráfico de drogas na PFDF, havia recebido o benefício de trabalho externo pela Justiça, mas, em janeiro de 2019, ela não retornou ao sistema prisional, como determinado. Policiais conseguiram localizá-la em Planaltina.

Fuga

Quatro dos 17 detentos que participaram da fuga da década, no mês passado, no Complexo Penitenciário da Papuda permanecem foragidos. Com o auxílio de uma faca artesanal, os presos cavaram, por quatro dias, o teto da cela e conseguiram se evadir. A fuga ocorreu na Ala C do Bloco 1 do Centro de Detenção Provisória (CDP) e durou cerca de três minutos.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação