Segurança Pública

Secretaria de Segurança Pública escolhe Planaltina para receber novo projeto

Unidade da primeira edição do programa DF mais Seguro unirá forças da PMDF, CBMDF, PCDF e Detran-DF no estacionamento da Administração Regional de Planaltina.

Correio Braziliense
postado em 23/11/2020 17:51
 (crédito: PMDF/Divulgação)
(crédito: PMDF/Divulgação)

Nesta quarta-feira (25/11), às 9h, será inaugurada a primeira unidade do programa DF mais Seguro: a Cidade da Segurança Pública, da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal. O projeto, em formato itinerante, ficará instalado no estacionamento da Administração Regional de Planaltina do de 25 a 29 de novembro. Durantes esses 5 dias, forças da Polícia Militar (PMDF), Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF)Departamento de Trânsito (Detran-DF) e Polícia Civil do DF (PCDF) irão oferecer serviços e ações à população local.

A iniciativa tem como objetivos garantir uma maior proximidade com a população, redução dos índices de criminalidade, aumento da sensação de segurança, ações sociais, concentração de esforços para atuação policial e fornecimento de serviços. "Estaremos ainda mais próximos da população e de representantes de diversos setores, entendendo a necessidade de cada região. Além disso, vamos conhecer mais de perto o trabalho e as dificuldades dos agentes de segurança pública que atuam na linha frente", explica o secretário de segurança pública, Anderson Torres.

Entre as principais ações do programa, estão as operações DF Livre das Carcaças e Quinto Mandamento (com foco na redução de "crimes contra a vida"), e as inspeções e ações educativas do CBMDF, da Subsecretaria do Sistema da Defesa Civil e do Detran-DF. Será feita, também, emissão de carteira de identidade pela PCDF.

"No DF, temos reduções relevantes nos índices criminais e queremos que isso seja cada vez mais isonômico entre as regiões. Todo o sistema de segurança pública se mobilizará para atuar de forma integrada em Planaltina", afirma Torres. Segundo ele, o programa é inovador pelo seu formato e deverá ser aplicado em outras regiões administrativas do DF.

A escolha das próximas cidades a receber a iniciativa será baseada na estrutura das forças de segurança locais, levantamentos e análises criminais feitas por setores de estatística e inteligência, perfil socioeconômico da região, mapeamento de desordens, entre outros. Planaltina que receberá o projeto piloto por ser a primeira cidade do DF.


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE