LEGISLATIVO

Sessão da Câmara Legislativa é adiada para esta quarta-feira por falta de quórum

O vice-presidente da Casa, deputado Rodrigo Delmasso, chegou a suspender por 30 minutos a reunião para possibilitar a entrada dos demais parlamentares. Após o intervalo, o quórum continuou sem formação

Thais Umbelino
postado em 24/11/2020 20:40
No início da sessão, apenas 10 parlamentares estavam presentes -  (crédito: Reprodução/YouTube)
No início da sessão, apenas 10 parlamentares estavam presentes - (crédito: Reprodução/YouTube)

A Sessão Extraordinária da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) desta terça-feira (24/11) foi cancelada devido à falta da quantidade mínima obrigatória de membros presentes para a votação dos projetos pautados. Durante transmissão, com duração de quase duas horas, o vice-presidente da Casa, Rodrigo Delmasso (Republicanos), remarcou a reunião para esta quarta-feira (24/11).

Entre os assuntos que seriam discutidos na sessão, estava a votação, em 2º turno, do projeto de lei (PL), de autoria do deputado João Cardoso, que discute a educação domiciliar no Distrito Federal. Também seria votado, em 2º turno, PL sobre a proibição de manter animais com correntes ou assemelhados, de Daniel Donizet (PRP).

Depois da leitura das pautas pelo deputado Iolando (PSC) sobre os assuntos que seriam discutidos, os parlamentares presentes (apenas 10) tomaram a palavra para discutir sobre os temas que estavam previstos. Devido à falta de quórum, porém, não foi possível dar início à votação dos projetos.

Em mais de uma hora de sessão, o vice-presidente chegou a solicitar a suspensão da reunião, por 30 minutos, para possibilitar a entrada dos demais parlamentares. Porém, mesmo com a pausa não houve formação de quórum.

Jofran Frejat

Na reunião, os parlamentares também fizeram um minuto de silêncio, em sinal de respeito, pela morte do ex-deputado federal Jofran Frejat. O político faleceu nessa segunda-feira (23/11), vítima de complicações de um câncer de pulmão.

Além dos temas previstos na pauta adiada para amanhã, o deputado Reginaldo Veras (PDT) pediu votação do PL do Executivo que trata da prorrogação dos contratos temporários.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE