Vacina contra covid-19

845 voluntários são vacinados com a CoronaVac e HUB procura novos candidatos

Vacina da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech segue com testes avançados e sem intercorrências graves. No DF, HUB vai ampliar o número de voluntários na pesquisa

Alan Rios
postado em 25/11/2020 14:21 / atualizado em 25/11/2020 14:22
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

O Hospital Universitário de Brasília (HUB/UnB) e a Universidade de Brasília (UnB) alcançaram a meta inicial de aplicação de testes da CoronaVac, contra a covid-19, e estão expandindo o ensaio para participação de mais voluntários. A atualização foi divulgada nesta quarta-feira (25/11).

Atualmente, a vacina da farmacêutica chinesa Sinovac Biotech, com estudos coordenados pelo Instituto Butantan, é um dos produtos mais promissores na corrida para uma imunização eficaz contra o novo coronavírus e segura para a população. No Distrito Federal, os ensaios começaram em 5 de agosto, e estão sendo aplicados em profissionais da saúde.

Inicialmente, apenas pessoas da área com menos de 60 podiam participar dos testes de fase 3, como voluntários, mais os critérios foram expandidos em outubro, após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) verificar os dados do estudo realizado em 700 profissionais e concluir que havia segurança para ampliar a participação.

Ainda não é possível definir quantos moradores do DF serão incluídos na pesquisa nos próximos dias, mas os interessados já podem realizar o pré-cadastro para se voluntariar continua sendo feito pelo site app.profiscov.com, que estabelece os critérios mínimos de participação, como atuar em atividades de assistência à saúde que os exponham a adquirir a covid-19.

A Secretaria de Saúde do DF já começou a realizar o planejamento para recebimento, armazenamento e aplicação da futura vacina, quando um produto for aprovado pela Anvisa. “A Secretaria está realizando um levantamento das câmaras frias existentes no DF, e analisando qual delas apresenta as condições sanitárias necessárias, bem como a documentação mínima de autorização e liberação, que permita acondicionar imunobiológicos. Em seguida, após os trâmites necessários, se dará o contrato de locação do lugar escolhido”, detalhou a pasta, em nota.

  • Médico segura a coronavac, vacina chinesa contra a covid-19
    Médico segura a coronavac, vacina chinesa contra a covid-19 Foto: SILVIO AVILA / AFP
  • CoronaVac está sendo aplicada em setes estados do Brasil e no DF
    CoronaVac está sendo aplicada em setes estados do Brasil e no DF Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Vacina coronavac
    Vacina coronavac Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Vacina Coronavac no Hospital das Clínicas de São Paulo.
    Vacina Coronavac no Hospital das Clínicas de São Paulo. Foto: Governo de São Paulo
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE