Premiação

Correio é eleito veículo eletrônico do ano pelo Prêmio Colunistas Brasília

O júri da 36ª edição regional do prêmio contou com oito profissionais do meio e analisou 108 trabalhos finalistas. O prêmio é o maior e mais tradicional da comunicação de marketing brasileira

Samara Schwingel
postado em 23/12/2020 14:39 / atualizado em 23/12/2020 14:41
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB/Da Press                                )
(crédito: Marcelo Ferreira/CB/Da Press )

O Correio Braziliense é o grande vencedor do Prêmio Colunista Brasília de 2020 na categoria Veículo Eletrônico do ano. A 36ª edição regional do prêmio analisou 108 finalistas e a decisão foi feita por meio de uma reunião virtual em 20 de dezembro. O Prêmio Colunistas é o maior e mais tradicional prêmio da comunicação de marketing brasileira.

A premiação visa dar destaque às produções de maior qualidade e criatividade. São 14 categorias de trabalhos publicitários que disputam o prêmio, entre elas, filme, rádio, publicidade em mídia impressa e exterior, marketing direto, branding, design e inovação. Segundo o vice-presidente executivo do Correio, Guilherme Machado, o prêmio reconhece a relevância da plataforma digital do jornal. "Esse prêmio vem reconhecer a importância e grande relevância do nosso CB digital. Assim como no nosso CB impresso, a cada dia o digital se consolida como referência de credibilidade, agilidade e qualidade de informação. Resultado de um trabalho competente de toda nossa equipe." 

Na avaliação do diretor de Comercialização e Marketing do jornal, Paulo Cesar Marques, o reconhecimento é fruto do trabalho de toda a equipe da empresa mesmo em um ano atípico como o de 2020. "Não foi um período fácil para o Brasil de forma geral, mas os profissionais do Correio trabalharam para fazer o melhor, mesmo neste cenário. O prêmio é de toda a equipe", diz.

Credibilidade 

O editor do site do Correio, Humberto Rezende, afirma que a premiação reconhece a credibilidade e o tamanho do jornal. "A noticia confiável e com credibilidade foi muito valorizada este ano, um dos efeitos da pandemia de covid-19. Só no Correio tivemos um aumento de mais de 100% nos acessos do site", diz.

Para ele, as inovações no meio digital também valorizaram o portal. "A principal inovação foi o Correio Talks, que foi um projeto montado pela equipe para valorizar a interação com o público no momento em que o presencial deve ser evitado", completa. 

Outras vitórias 

O prêmio é realizado há mais de 50 anos no Brasil e há 36 anos em Brasília. Ao longo desta trajetória, o Correio recebeu o reconhecimento de melhor veículo impresso do ano em 2019, 2017, 2014 e em 2011, na etapa regional.

Este ano, o jornal venceu o Prêmio Cláudio Weber Abramo de Jornalismo de Dados, com o  projeto Correio nas Escolas, uma série de reportagens e coleta de dados das jornalistas Ana Paula Lisboa e Thays Martins. Além disso, as reportagens  Incansáveis - a luta das mulheres por direitos fundamentais; O pomar do Pros; e Risco e sobrevivência sobre duas rodas foram premiadas em 3º lugar no Prêmio do Instituto de Garantias Penais; 1º lugar lugar no Prêmio República da Associação Nacional dos Procuradores da República; e 2º lugar no 37º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo - Movimento de Justiça e Direitos Humanos (MJDH), respectivamente. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE