Violência

Envolvido em tiroteio de Santa Maria é militar do Exército

A Polícia Civil do Distrito Federal identificou os quatro suspeitos de atirarem durante uma festa clandestina

Sarah Peres
postado em 28/12/2020 11:50 / atualizado em 28/12/2020 11:59
 (crédito: Reprodução)
(crédito: Reprodução)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou quatro envolvidos no tiroteio em uma festa clandestina no Conjunto H da Quadra 204 de Santa Maria, na última sexta-feira (25/12). Um dos suspeitos, segundo o delegado Rodrigo Telho, chefe da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), é Thalyson Fideli da Silva, de 21 anos, militar do Exército Brasileiro. Ele tem um mandado de prisão preventiva em aberto contra ele, e é considerado foragido.

De acordo com o delegado, três mandados de busca e apreensão foram cumpridos contra os envolvidos no caso. Houve a apreensão de uma pistola .380, três carregadores e munições. Nenhum dos homens foi preso na ação desta segunda-feira (28/12).

Agentes da 33ª DP identificaram os suspeitos por meio das filmagens que mostram o momento do tiroteio. Os acusados apontam as pistolas para o céu e disparam inúmeras vezes. Thalysson é o jovem que aparece de camisa de estampa militar (veja o vídeo abaixo). Apesar dos tiros, nenhum presente da festa parece se intimidar. O grupo grita de animação, enquanto o evento clandestino continua. 

Pelas imagens é possível ver que a rua foi fechada para o trânsito de veículos, e contou com estrutura para abrigar os presentes em caso de chuva. Contudo, o número de pessoas era tão grande que nem todos cabiam embaixo da tenda. As músicas tocadas eram colocadas em carros de som, estacionados no local. A festa ocorre em meio a pandemia da covid-19 no Distrito Federal, que já contaminou 248.543 pessoas e resultou na morte de 4.201 infectados. A reportagem entrou em contato com o Exército Brasileiro e aguarda retorno. A matéria será atualizada no momento em que o posicionamento do órgão for divulgado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE