ANO-NOVO

DF Legal e forças de segurança fiscalizarão festas clandestinas na noite da virada

No total, serão cinco equipes divididas por cinco áreas de fiscalização do DF. A operação terá início às 20h desta quinta-feira e terminará às 5h de sexta-feira (1º/1)

Darcianne Diogo
postado em 31/12/2020 12:53
 (crédito: Lucio Bernardo Jr/Agência Brasília )
(crédito: Lucio Bernardo Jr/Agência Brasília )

Fiscais da DF Legal, militares, agentes da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) e do Departamento de Trânsito (Detran-DF) darão início, na noite desta quinta-feira (31/12), à Operação Réveillon 2021. A ação tem como alvo estabelecimentos e clientes que descumprirem as normas de segurança contra a covid-19 no DF, como a não utilização de máscaras de proteção facial e aglomeração. Dados mais recentes da pasta mostram que, entre 23 de março e 27 de dezembro, 1.175 estabelecimentos foram interditados e 201 pessoas foram multadas por não estarem utilizando máscaras.

No total, serão cinco equipes divididas por cinco áreas de fiscalização do DF. A operação terá início às 20h desta quinta-feira e terminará às 5h desta sexta-feira (1º/1). Serão fiscalizadas festas clandestinas, aglomerações, falta do uso de máscara pelos frequentadores e não aferição da temperatura corporal. “Vamos coibir festa clandestina no DF, aglomeração em bares e restaurantes, realização de eventos sem licença. Por isso, sugere-se que o setor produtivo observe os protocolos sanitários para não termos explosão de casos da covid-19”, afirmou o secretário da DF Legal, Cristino Mangueira.

Os que descumprirem as normas impostas pelo governo serão multados. A interdição de um estabelecimento que oferece risco iminente de contágio aos consumidores e trabalhadores do local é garantida pela Lei nº 6.437/1977. Ao serem flagrados desrespeitando as normas de segurança e higiene, os lugares podem ser condenados a pagar multas que variam entre R$ 2 mil e R$ 2 milhões, a depender das irregularidades encontradas e do histórico de reincidência. “Pedimos a colaboração da população para que tenhamos um Réveillon saudável e que essa comemoração não traga prejuízos à saúde do DF”, frisou Mangueira.

A Vigilância Sanitária continua fiscalizando os estabelecimentos comerciais do DF. O órgão recebe denúncias que podem ser feitas via Ouvidoria, pelos telefones 160 ou 162, além do site www.ouv.df.gov.br.

Fiscalização

Confira os dados completos das fiscalizações de medidas sanitárias no DF:

 

Comércio

Vistorias ao comércio: 540.296

Vistorias em shoppings: 67

Vistorias a feiras: 4.778

Ambulantes retirados: 12.770

Estabelecimentos fechados compulsoriamente: 24.292

Estabelecimentos multados por descumprimento de medidas sanitárias: 475

Estabelecimentos interditados: 1.775

 

Máscaras

Pessoas abordadas: 82.225

Máscaras distribuídas: 238.026

Multas pelo não uso de máscaras: 201

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE