cursos técnicos

Escola Técnica de Ceilândia abre 970 vagas para cursos gratuitos

Inscrições começam nesta quarta-feira (6/1). Há vagas para técnicos em administração, informática, e logística

Correio Braziliense
postado em 04/01/2021 14:35 / atualizado em 04/01/2021 15:54
 (crédito: Amália Gonçalves/Secom UnB)
(crédito: Amália Gonçalves/Secom UnB)

A Escola Técnica de Ceilândia abriu 970 vagas para cursos técnicos com início no primeiro semestre do ano letivo de 2021 para estudantes que concluíram o ensino médio. As inscrições serão realizadas pelo site da Secretaria de Educação de 6 a 20 de janeiro. Serão reservadas 20% das vagas para candidatos com deficiência ou transtorno do espectro autista comprovado por laudo médico.

Há vagas para técnicos em administração, informática, logística, administração integrado à Educação de Jovens e Adultos e informática integrado à Educação de Jovens e Adultos. Por conta da pandemia da covid-19, os cursos podem ser realizados de forma não presencial, por meio de plataforma adequada, ou híbridas, com aulas presenciais e via internet. Cada candidato pode se inscrever em apenas um curso, turno e tipo de vaga.

Caso o número de inscritos ultrapasse o número de vagas, será realizado um sorteio, previsto para 21 de janeiro, a partir das 18h. O resultado do processo seletivo estará no site da pasta e na portaria da Escola Técnica. Para que os cursos possam ser realizados, será necessário 20 estudantes por turma na modalidade presencial e 40 para aulas na modalidade à distância.

Matrículas
Após a divulgação dos resultados, os selecionados devem realizar a matrícula em 25 e 26 de janeiro no site www.etcdf.com.br e apresentar os seguintes documentos: declaração de escolaridade (com emissão que não seja superior a 30 dias), histórico escolar, certificado de conclusão do Ensino Médio, identidade, cadastro de pessoa física (CPF), duas fotos 3x4 coloridas e recentes, comprovante de residência, tipagem sanguínea e fator RH e autodeclaração de impossibilidade de frequentar aulas presenciais devido à pandemia.

Se o candidato for menor de idade, a matrícula deve ser efetivada por um responsável legal. Em caso de cursos noturnos, o responsável assinará uma autorização.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE