Iges-DF

Gilberto Occhi, ex-ministro da Saúde, vai assumir a presidência do Iges-DF

Ex-ministro do governo de Michel Temer conversou, na tarde desta segunda-feira (8/2), com o secretário da Saúde, Osnei Okumoto, e aceitou o cargo. Ele assume o lugar de Paulo Ricardo da Silva

Samara Schwingel
postado em 08/02/2021 20:52 / atualizado em 09/02/2021 12:56

Gilberto Occhi, ex-ministro da Saúde do governo de Michel Temer (MDB), vai assumir a presidência do Instituto de Gestão Estratégica em Saúde do Distrito Federal (Iges-DF). Occhi aceitou o cargo após conversar, na tarde desta segunda-feira (8/2), com o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto. 

Occhi foi ministro da Saúde e presidente da Caixa durante a gestão Temer. Antes, foi ministro das Cidades e ministro da Integração Nacional de Dilma Rousseff (PT). Em 2019, assumiu a presidência da  Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), mas foi exonerado do cargo em dezembro do mesmo ano. 

Agora, Occhi ficará no lugar de Paulo Ricardo Silva, afastado do cargo na última quinta-feira (4/2), por 10 votos a zero, pelo conselho administrativo do instituto. Paulo estava na direção do Iges-DF desde setembro do ano passado, quando Sérgio Luiz da Costa deixou o cargo por alegar problemas de saúde.

Antes de Sérgio, o Iges era chefiado por Francisco Araújo Filho, ex-secretário de Saúde investigado por suspeitas de irregularidades na compra de testes para covid-19 pela pasta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE