Fiscalização

Força-tarefa vai fiscalizar bares e restaurantes no carnaval

Órgãos de fiscalização e de segurança, com nove equipes distribuídas das 8h às 3h, vão fiscalizar bares, restaurantes, clubes recreativos e festas clandestinas

Samara Schwingel
postado em 10/02/2021 15:22 / atualizado em 10/02/2021 16:14
 (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
(crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

Entre 12 e 17 de fevereiro, durante o feriado de carnaval, a Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal), responsável pela fiscalização do cumprimento das medidas de combate à covid-19 na capital federal, vai integrar uma força-tarefa para verificar se as regras sanitárias estão sendo seguidas. 

Diversos órgãos de fiscalização e de segurança, com nove equipes distribuídas das 8h às 3h, vão fiscalizar bares, restaurantes, clubes recreativos e festas clandestinas. Todos os estabelecimentos deverão seguir as medidas previstas nos decretos, que são:

- aferir a temperatura de todos os clientes quando chegarem ao estabelecimento;

- ofertar álcool gel para todos os presentes em quantidade suficiente;

- manter o distanciamento entre as mesas;

- permitir a ocupação máxima de 50% do espaço físico do local;

- não permitir o trânsito dos clientes e funcionários sem máscara;

- cobrar de todos, incluindo de funcionários, o uso de máscaras;

- não permitir que clientes permaneçam bebendo ou se alimentando em pé;

- não permitir que os clientes dancem.

A multa para o não cumprimento das normas sanitárias é de R$ 3.628,00. A penalidade para o não uso de máscara dentro do estabelecimento é de R$ 4 mil e de R$ 2 mil para os clientes que descumprirem a norma.

Além disso, o local pode ser imediatamente interditado e, caso haja resistência, os responsáveis poderão ser levados para a delegacia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE