PANDEMIA NO DF

Covid-19: após duas semanas de queda, média de casos está estável

Desde 5 de fevereiro, média móvel de casos da doença no DF estava em queda. Nesta quinta (18/2), cálculo está em 595,85. Secretaria de Saúde contabilizou 645 novos registros de contaminação e 10 mortes de pacientes em 24 horas

Ana Isabel Mansur
postado em 18/02/2021 20:38
O agendamento já pode ser feito a partir desta quinta-feira (18/2). No cadastro, é preciso informar nome completo, CPF, data de aplicação da primeira dose e laboratório da vacina recebida. Após, será necessário imprimir o comprovante de agendamento e apresentá-la na hora da vacinação -  (crédito: Ana Rayssa / Correio Brasiliense)
O agendamento já pode ser feito a partir desta quinta-feira (18/2). No cadastro, é preciso informar nome completo, CPF, data de aplicação da primeira dose e laboratório da vacina recebida. Após, será necessário imprimir o comprovante de agendamento e apresentá-la na hora da vacinação - (crédito: Ana Rayssa / Correio Brasiliense)

Após a confirmação de que a variante britânica do novo coronavírus circula no DF pelo menos desde dezembro, segundo apurou o Correio, — e em meio à expectativa de que mais 100 leitos de UTI sejam abertos para covid-19 — a Secretaria de Saúde (SES-DF) registrou, nesta quita-feira (18/2), mais 645 casos da doença e 10 mortes. O total de infectados é de 287.365, sendo que 277.790 (96,7%) estão recuperados. Os óbitos pela covid-19 no Distrito Federal somam 4.728.

O último boletim diário da SES-DF mostrou também que a média móvel de casos nesta quinta (18/2) está em 595,85 — o que representa diminuição de 13% em relação ao verificado em 4 de fevereiro, duas semanas atrás. Já a média móvel de mortes desta quinta-feira (18/2) foi de 9,71 — redução de 5,6% na comparação com o resultado de 14 dias atrás. Os dois indicadores, portanto, indicam estabilidade.

Desde 5 de fevereiro, o cálculo da média móvel de casos do DF estava em queda, com variações entre 20% e 49%. O número calculado para mortes está em estabilidade desde 9 de fevereiro, vindo de altas de 16% a 36%.

A média móvel — resultado do cálculo diário das médias de casos e de mortes dos últimos 14 dias— é usada como critério de comparação para visualização das tendências relacionadas à pandemia.

A taxa de reprodução da covid-19 no DF é de 0,95 nesta quinta (18/2). O cálculo mede a reprodução da doença. Se a taxa for menor que 1, a crise de saúde tende a acabar e valores maiores que 1 indicam o avanço da pandemia.

Perfis

Das 10 mortes contabilizadas, apenas uma ocorreu nesta quinta (18/2). As outras também datam desta semana, entre domingo (14/2) equarta (17/2). Oito vítimas moravam no Distrito Federal, uma era de Goiás e uma residia no Piauí. Seis eram mulheres.

As idades das pessoas cujas mortes foram registradas nesta quinta (18/2) variavam de 60 a 80 anos ou mais. Apenas dois pacientes não sofriam de nenhuma comorbidade. Cinco pessoas eram acometidas por doença cardiovascular, cinco apresentavam distúrbios metabólicos, dois pacientes sofriam de nefropatia e dois, de pneumopatia. Uma vítima tinha imunossupressão.

Incidência

Ceilândia segue como a região administrativa com maior número de casos, com 31.622 registros de pessoas contaminadas. Em seguida, está o Plano Piloto, que tem 26.910 notificações da doença; Taguatinga fica em terceiro lugar, com 23.151 infectados pelo novo coronavírus.

Em relação ao número total de mortes, Ceilândia também encabeça a lista, com 824 óbitos. Em seguida, aparecem Taguatinga (473) e Samambaia (360).

  • Terceiro dia de vacinação no DF
    Terceiro dia de vacinação no DF Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Terceiro dia de vacinação no DF
    Terceiro dia de vacinação no DF Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
  • Aglomeração em primeiro dia de vacinação de idosos no DF
    Aglomeração em primeiro dia de vacinação de idosos no DF Foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press
  • vacina primeiros idosos contra a covid-19
    vacina primeiros idosos contra a covid-19 Foto: Breno Esaki/Agencia Saúde DF
  • Fiocruz recomenda aplicação de dose única da vacina de Oxford. Secretaria de Saúde definirá nos próximos dias proposta de vacinação no DF
    Fiocruz recomenda aplicação de dose única da vacina de Oxford. Secretaria de Saúde definirá nos próximos dias proposta de vacinação no DF Foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press
  • Vacinação
    Vacinação Foto: Davidyson Damasceno/Ascom Iges/DF
  • Primeiros idosos são vacinados contra covid-19 no DF, moradores de asilos
    Primeiros idosos são vacinados contra covid-19 no DF, moradores de asilos Foto: Breno Esaki/Agência Saúde-DF
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE