Pandemia

Polícia Militar interrompe festa clandestina em Ceilândia

Cerca de 250 pessoas foram encontradas no local da festa clandestina: ação faz parte da Operação Quinto Mandamento

Alice Dias
postado em 22/02/2021 16:47 / atualizado em 22/02/2021 16:48
Festas estão proibidas por provocarem aglomerações que facilitam o avanço da covid-19 -  (crédito: PMDF/Divulgação)
Festas estão proibidas por provocarem aglomerações que facilitam o avanço da covid-19 - (crédito: PMDF/Divulgação)

Na noite deste domingo (21/02), a Polícia Militar encerrou uma rave clandestina em Ceilândia. A festa havia sido marcada pela internet e aproximadamente 250 pessoas estavam no local.

A festa foi interrompida durante a operação Quinto Mandamento, que consiste em uma ação integrada entre a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar, o Detran, o Departamento de Estradas e Rodagens (DER) e o DF Legal, com o objetivo de reduzir crimes contra a vida, tais como tráfico de drogas, crimes violentos, letais e intencionais. A operação foi nomeada segundo o quinto mandamento bíblico “não matarás”.
Além da rave, outros oito estabelecimentos foram notificados em relação às regras das medidas sanitárias de prevenção à covid-19 e quatro foram fechados por desrespeitarem as restrições impostas pelo Governo do Distrito Federal.

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE