Paranoá

Subtenente do Corpo de Bombeiros é preso por tentar estuprar menino de 13 anos

O militar foi preso em flagrante pouco tempo depois de buscar o adolescente em casa, no Paranoá Parque, no sábado (19/2). O servidor só foi descoberto após a mãe do garoto desconfiar do comportamento do filho

Darcianne Diogo
postado em 22/02/2021 21:09 / atualizado em 22/02/2021 21:12
O servidor está detido no 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Complexo Penitenciário da Papuda -  (crédito: Bruno Peres/CB)
O servidor está detido no 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no Complexo Penitenciário da Papuda - (crédito: Bruno Peres/CB)

Um subtenente do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBM-DF) foi preso em flagrante pela Polícia Civil do DF (PCDF) por tentativa de estupro contra um adolescente de 13 anos. O servidor só foi descoberto após a mãe do menino desconfiar do comportamento do filho.

Segundo as investigações, o militar conheceu o adolescente por meio de um aplicativo de relacionamento e os dois começaram a trocar mensagens. O menor se apresentava como um homem de 18 anos. “Eles, então, passaram a se encontrar e a mãe percebeu que o filho apresentava um comportamento diferente”, detalhou o delegado-adjunto da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), Zander Vieira.

O militar foi preso em flagrante no sábado (19/2), pouco tempo depois de buscar o adolescente em casa, no Paranoá Parque, para levá-lo ao motel. No celular do subtenente, investigadores encontraram conteúdos de pornografia infantil. De acordo com o delegado, as investigações seguem no sentido de identificar outras vítimas. O Correio procurou o CBM-DF, mas até a última atualização dessa reportagem não obteve retorno.

O subtenente foi preso e transferido ao 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM), conhecido como Papudinha, localizado no Complexo Penitenciário da Papuda. Na cela, o servidor precisou de atendimento médico, pois tentou tirar a própria vida. A reportagem tenta localizar a defesa do acusado. O espaço permanece aberto para manifestações. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE