Embriaguez

PCDF prende homem que atropelou e matou militar de MG ao sair de festa

Morador do Sudoeste, o homem foi preso no local de trabalho, no Setor Comercial Sul. Segundo as investigações, à época dos fatos, o autor saiu de Brasília para uma festa em Minas Gerais. No evento, o homem teria ingerido bebidas alcoólicas, pegado o carro e, em alta velocidade, acabou atingindo uma motocicleta, conduzida pelo policial militar

Darcianne Diogo
postado em 06/04/2021 18:55 / atualizado em 06/04/2021 19:06
 (crédito: PCDF/Divulgação)
(crédito: PCDF/Divulgação)

Investigadores da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) prenderam, nesta terça-feira (6/4), um foragido da Justiça, de 37 anos, acusado de atropelar e matar um sargento da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, de 42 anos. O crime aconteceu em 19 de novembro de 2006, em Patos de Minas.

Morador do Sudoeste, o homem foi preso no local de trabalho, no Setor Comercial Sul. "Segundo as investigações, à época dos fatos, o autor saiu de Brasília para uma festa em Minas Gerais. No evento, o homem teria ingerido bebidas alcoólicas, pegado o carro e, em alta velocidade, acabou atingindo uma motocicleta, conduzida pelo policial militar", detalhou o delegado-adjunto da 3ª DP, Douglas Fernandes. A vítima não resistiu e morreu na hora.

O rapaz, que tinha 23 anos na época, chegou a ser preso em flagrante e denunciado pelos crimes de homicídio qualificado por motivo torpe e por recurso que impossibilitou a defesa da vítima, além de embriaguez ao volante, omissão de socorro e fuga do local do acidente. O autor respondeu ao processo em liberdade e, em 2016, ano do julgamento, foi condenado a seis anos de prisão por homicídio simples e embriaguez ao volante. Foragido da Justiça, policiais da 3ª DP localizaram o homem no Setor Comercial Sul. Ele foi transferido à carceragem da PCDF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE