Habitação

Terracap vai lançar novo edital com 61 imóveis, diz diretor

A iniciativa Desenvolve-DF será publicada no site da companhia nesta sexta-feira (30/4). Serão oferecidos lotes de 100 m² a 10 mil m² em sete Regiões Administrativas (RAs)

Pedro Marra
postado em 28/04/2021 15:57 / atualizado em 28/04/2021 23:20
Diretor de regularização social e desenvolvimento econômico da Terracap, Leonardo Mundim foi o entrevistado do CB.Poder -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Diretor de regularização social e desenvolvimento econômico da Terracap, Leonardo Mundim foi o entrevistado do CB.Poder - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Na próxima sexta-feira (30/4), a Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) vai lançar o novo edital do programa Desenvolve-DF, no site da Terracap. Em entrevista à jornalista Cibele Moreira no CB Poder — uma parceria do Correio Braziliense com a TV Brasília —, o diretor de Regularização Social e Desenvolvimento Econômico do órgão, Leonardo Mundim, explicou, nesta quarta-feira (28/4), como vai funcionar a iniciativa, com 61 imóveis disponibilizados.

Segundo ele, o programa vai trazer uma licitação pública de concessão de direito real de uso de terrenos da Terracap de diversos tamanhos e valores, “tendo como contrapartida a geração de emprego naquele imóvel pela empresa que ganhar a licitação. É um programa que foi construído coletivamente. É uma lei que começou a ser discutida em 2019, depois veio o decreto regulamentador em 2020, e agora, em 2021, alguns ajustes necessários aconteceram em março, o que nos permitiu fazer esse lançamento”, afirma o diretor da Terracap.

Em homenagem ao aniversário de Brasília, a companhia vai ofertar, neste primeiro edital, 61 imóveis em sete Regiões Administrativas (RAs) do Distrito Federal. “São lotes providos de infraestrutura, água, luz, via, com os tributos em dia e com condições de receber as empresas que vencerem a licitação”, acrescenta.

Lotes

O Desenvolve-DF vai oferecer lotes de 100 m², em Samambaia, até um lote de 10 mil m² no polo JK, em Santa Maria. “Vamos ter taxas de concessão de uso bastante módicas (modestas) desde o piso de R$ 163 em um lote em Ceilândia a até um valor mais alto em um lote mais caro R$ 12.128 no Guará. Então, temos lotes excelentes em Ceilândia, Guará, Gama, Recanto das Emas, Santa Maria, Samambaia e Sobradinho”, destaca Leonardo.

Neste edital, somente pessoas jurídicas podem participar do Desenvolve-DF, pois é um programa destinado à geração de empregos, com taxa de concessão reduzida. “As empresas podem participar desde que estejam constituídas há pelo menos um ano antes da data de realização do leilão, que está prevista para ocorrer em 10 de junho de 2021”, esclarece o diretor da companhia.

Confira abaixo a entrevista completa:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE