Vacinação

Professor de música de 61 anos canta MPB antes de tomar a vacina

Morador de Águas Claras, Rubem Vasconcelos levou o violão e cantou a música 'Como uma onda', de Lulu Santos, antes de tomar a primeira dose da vacina AstraZeneca/Oxford.

Pedro Marra
postado em 30/04/2021 15:34 / atualizado em 30/04/2021 15:57
Rubem tocou a música "Como uma onda" antes de ser vacinado em Águas Claras. -  (crédito: Reprodução/Redes sociais)
Rubem tocou a música "Como uma onda" antes de ser vacinado em Águas Claras. - (crédito: Reprodução/Redes sociais)

O professor de música Rubem Vasconcelos, 61 anos, aproveitou para tocar violão em homenagem aos profissionais de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) antes de receber a primeira dose da vacina contra a covid-19. No posto de vacinação drive-thru da Faculdade Unieuro, em Águas Claras, ele cantou a música Como uma onda, de Lulu Santos.

No vídeo, ele homenageia os servidores da Secretaria de Saúde (SES-DF) presentes no local antes de receber a dose do imunizante britânico AstraZeneca, desenvolvido pela Universidade de Oxford. Professor de música infantil há 20 anos, o morador de Águas Claras conta o que o levou a tomar a iniciativa.

“O que me motivou foi a vontade de ter essa mudança na pandemia e levar a alegria para os colegas que estão trabalhando lá. Pude homenagear esse pessoal que trabalha o dia todo e agradecer a eles por esse momento, que é muito importante para a população. Eu estava muito ansioso esperando por este momento. Foi bem legal para mim, como se fosse uma permuta de alegria. ”, brinca.

Segundo o professor, os versos da música Como uma onda foram tocados por 40 anos nos bares e restaurantes de Belo Horizonte (MG), onde ele morou, apesar de ter nascido em Corinto (MG). “E tocava MPB com frequência, o que a gente valorizava muito porque eram noites que a gente não vê hoje com essa pandemia. Aqui no DF, onde estou há 15 anos, fiz curso de cavaquinho na Escola de Música de Brasília (EMB), então tenho uma ligação forte com a música.”

“Agora, mesmo vacinado com a primeira dose, vou continuar tendo os cuidados de sempre, higienização das mãos e usar a máscara, porque teve gente que ainda não teve oportunidade de tomar a vacina. Posso dizer que esse é um momento bem especial”, vibra o cantor.

  • Morador da região, ele chegou ao posto drive-thru por volta das 10h30 para ser vacinado.
    Rubem tocou a música "Como uma onda" antes de ser vacinado em Águas Claras. Reprodução/Redes sociais
  • Rubem chegou ao posto drive-thru por volta das 10h30 para ser vacinado.
    Rubem chegou ao posto drive-thru por volta das 10h30 para ser vacinado. Reprodução/Redes Sociais
  • Rubem chegou ao posto drive-thru por volta das 10h30 para ser vacinado.
    Rubem chegou ao posto drive-thru por volta das 10h30 para ser vacinado. Reprodução/Redes Sociais

Confira o vídeo abaixo:

Vacinação de idosos com 60 e 61 anos

Com a chegada de mais 62.396 doses de vacinas ao Distrito Federal, pessoas com 60 e 61 anos podem se imunizar contra a covid-19 a partir desta sexta-feira (30/4). O atendimento começou às 8h, nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), e, às 9h, nos postos drive-thru. Do total de imunizantes enviados ao DF no lote que chegou na manhã de quinta-feira (29/4), 10% destinam-se à reserva técnica e os demais vão para os cerca de 56,7 mil idosos da nova faixa etária. A campanha para os grupos que faziam parte das prioridades continua normalmente.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE