saúde

Pacientes com covid-19 serão transferidos para hospitais de campanha

O governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou que a medida será tomada para liberar leitos nos hospitais públicos para retomar cirurgias eletivas

Jéssica Moura
postado em 06/05/2021 13:56
Segundo o governador, a medida irá liberar leitos para retomar as cirurgias eletivas -
Segundo o governador, a medida irá liberar leitos para retomar as cirurgias eletivas -

O governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou, nesta quinta-feira (6/5), que os pacientes diagnosticados com covid-19 internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) serão transferidos para os hospitais de campanha.

Segundo Ibaneis, a medida pretende liberar leitos para a retomada de cirurgias eletivas, paralisadas pela falta de leitos disponíveis, para alocar os operados. "Esses pacientes serão todos removidos para essas unidades de campanha e nós teremos condições de retomar de forma acelerada as cirurgias eletivas no âmbito do Distrito Federal", afirmou.

Três hospitais e campanha estão em construção no DF. A unidade do Gama, no Bezerrão, deve entrar em funcionamento nesta sexta-feira (7/5). O segundo hospital previsto será instalado no Autódromo de Brasília, no Plano Piloto, e o terceiro vai operar na Escola Parque Anísio Teixeira, em Ceilândia. Estes dois não têm previsão de começar a receber pacientes.

O governador afirmou ainda que o hospital acoplado de Samambaia, que vai reforçar a oferta de leitos em 102 vagas, será inaugurado no dia 15 de maio. Mais dois hospitais serão construídos em Planaltina e no Paranoá, assegurou Ibaneis. "Vamos ampliar em 306 leitos para atendimento da comunidade".



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE