SALVE O RALPH

Vídeo: Campanha faz apelo pelo fim de testes de cosméticos em animais

A Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) do MPDFT apoiou a campanha internacional pela luta contra o uso de animais como cobaias

Correio Braziliense
postado em 06/05/2021 16:20
Campanha Salve o Ralph faz apelo contra o uso de animais como cobaias na indústria da beleza -  (crédito: reprodução)
Campanha Salve o Ralph faz apelo contra o uso de animais como cobaias na indústria da beleza - (crédito: reprodução)

A Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema) do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), se posicionou em apoio à campanha da Humane Society International pelo fim de testes de cosméticos em animais. A organização internacional divulgou, como parte da ação na luta contra o uso de animais como cobaias, o curta-metragem de animação Salve o Ralph

Com a voz de Rodrigo Santoro na versão brasileira, o personagem principal faz um depoimento sobre os efeitos sofridos com os testes de produtos na indústria da beleza. Ralph, um coelho, faz uma reflexão sobre o preço que os animais pagam para ser cobaias. 

A campanha global pretende tornar ilegais os testes de cosméticos em animais, que ainda são exigidos pela legislação de diversos países. Na versão original da animação, em inglês, as vozes dos personagens foram interpretadas pelos atores Taika Waititi, Zac Efron e Ricky Gervais.

Atuação

Entre as frentes de atuação da Prodema está a defesa dos direitos dos animais. Uma das iniciativas recentes do órgão foi a campanha “Vira amigo”, que incentiva a adoção responsável de animais. Durante a ação, foram elaborados cards para as redes sociais e uma cartilha de orientação e conscientização. A Promotoria também tem trabalhado na área criminal para coibir situações de maus-tratos e o tráfico de animais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE