OBRAS

Viaduto do Parque da Cidade ao Sudoeste vai gerar 720 empregos

Obras devem começar no próximo mês, com previsão de um ano de duração e valor de R$ 24,7 milhões. Licitação foi feita em janeiro

Ana Isabel Mansur
postado em 18/05/2021 17:13 / atualizado em 18/05/2021 17:13
Segundo do GDF, o consórcio terá 12 meses para construir a obra -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)
Segundo do GDF, o consórcio terá 12 meses para construir a obra - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press)

As obras do viaduto da Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG), a ser construído na intersecção da EPIG com o Sudoeste e o Parque da Cidade, vai gerar 720 empregos, dos quais 180 serão diretos e 540, indiretos. A previsão é da Secretaria de Obras e Infraestrutura do Distrito Federal.

A expectativa da pasta é que a ligação comece a ser construída em junho. Após a emissão da ordem de serviços, o consórcio terá 12 meses para concluir a obra.

A licitação para a contratação de empresa responsável pela construção do viaduto da EPIG, realizada em 14 de janeiro, foi vencida pelo Consórcio Eerc - Principal, formado pelas empresas Eterc Engenharia LTDA. e Principal Construções LTDA. O certame, segundo a secretaria, apresentou a melhor proposta, no valor de R$ 24.695.106,58.

O processo licitatório seria realizado em 17 de agosto de 2020, mas o Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) suspendeu para que fossem feitos ajustes no Edital e no Termo de Referência. A nova data foi estipulada pelo tribunal em 14 de dezembro.

Obra

O viaduto será construído na intersecção da EPIG com o Sudoeste e o Parque da Cidade – local por onde passam, em média, 25 mil veículos por dia. Os trevos serão feitos em trincheiras, isto é, de forma subterrânea.

Com a mudança, quem sair do Parque da Cidade em direção ao Sudoeste não terá mais de passar por semáforos e retornos e seguirá direto para a Avenida das Jaqueiras, passando embaixo da EPIG.

A obra também vai permitir que o condutor saia do Sudoeste, na altura da avenida, e pegue a EPIG sentido Plano Piloto — e vice-versa — sem a necessidade de retorno.

Entre 2020 e 2021, período marcado pela pandemia da covid-19, o governo distrital realizou três obras de grande impacto, segundo a Secretaria de Obras e Infraestrutura do DF, além de intervenções menores. Segundo a pasta, as principais são as de infraestrutura de Vicente Pires, a revitalização de algumas quadras da W3 Sul e o túnel de Taguatinga.

A entrega mais recentemente foi a do complexo viário Governador Roriz, conjunto de pontes e viadutos que formam a Ligação Torto-Colorado e o Trevo de Triagem Norte, iniciado em 2016

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE