VACINAÇÃO

Vacina: GDF muda regra para quem tomou primeira dose em outro estado

Não será mais necessário procurar a ouvidoria do GDF. Basta apresentar comprovante de residência no ponto de vacinação

Samara Schwingel
postado em 08/07/2021 16:03 / atualizado em 08/07/2021 16:21
 (crédito: Governo de Minas Gerais/Divulgação)
(crédito: Governo de Minas Gerais/Divulgação)

O Governo do Distrito Federal alterou novamente, nesta quinta-feira (8/7), as regras para a aplicação da segunda dose das vacinas contra a covid-19. O GDF continuará aplicando em brasilienses que receberam a primeira dose em outros estados, porém, não será mais necessário procurar a Ouvidoria do governo e se justificar.

Segundo informado pelo secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, em coletiva no Palácio do Buriti, a partir de agora, basta apresentar comprovante de residência no ponto de vacinação. “Aquela pessoa que tomou a primeira dose em outro estado precisa ligar na ouvidoria? Não”, reforçou.

Ele destacou, porém, que, para receber a segunda dose, é preciso fazer parte do público-alvo da campanha de vacinação adotado pelo governo da capital federal. “Tem que estar no grupo que esta vacinando no DF”.

Também nesta quinta-feira, o GDF anunciou a ampliação da vacinação contra a covid-19 para pessoas com 41 anos ou mais. O DF espera receber mais doses de vacinas entre esta quinta (8/7) e sexta-feira (9/7). O agendamento será reaberto no sábado (10/7), às 10h.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE