Segurança

Confira dicas para evitar acidentes elétricos com crianças nas férias

Ações divulgadas pela Neoenergia Distribuição incluem medidas que adultos devem seguir, para garantir a proteção de meninos e meninas, principalmente no período de recesso escolar e durante isolamento social

Correio Braziliense
postado em 08/07/2021 22:40 / atualizado em 08/07/2021 22:47
 (crédito: Fré Sonneveld/ Unsplash)
(crédito: Fré Sonneveld/ Unsplash)

As férias escolares começaram para algumas crianças no Distrito Federal e, por isso, é preciso redobrar os cuidados dentro de casa, de modo a prevenir acidentes elétricos. Diante dos desafios impostos pelo isolamento social, a Neoenergia Distribuição Brasília organizou dicas para as famílias protegerem meninos e meninas. Com medidas simples, é possível evitar riscos.

A empresa reforça que é necessário manter as crianças longe de quaisquer objetos capazes de provocar choques elétricos. As orientações incluem cobrir as tomadas com protetores específicos e evitar o uso de "Ts" (benjamins) ou extensões, para prevenir sobrecargas.

Equipamentos geralmente usados pelas crianças, como videogames, computadores, televisões, celulares e tablets devem ter a atenção dos adultos, especialmente aqueles com possibilidade de manejo durante o carregamento. O mesmo vale para eletrodomésticos em ambientes molhados, pois a água é forte condutor de energia. 

Outra dica é: procure fios expostos ou descascados em casa e identifique o quadro disjuntor, para ver se funciona e se há separação por áreas. Em caso de acidente, desligue a chave-geral do imóvel e ligue para o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193, ou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), pelo número 192. Vale lembrar que não se deve tocar na vítima ou no fio elétrico, caso haja corrente em circulação.

Dicas para evitar acidentes

  • Mantenha as instalações elétricas em bom estado. Não use fios emendados, velhos ou danificados;
  • Água e eletricidade não combinam: mantenha aparelhos elétricos longe d'água e, ao usar qualquer equipamento, esteja sempre calçado e com as mãos secas;
  • Mantenha as crianças longe de tomadas, fios e aparelhos elétricos. Use tomadas no novo padrão do Inmetro e use protetores nas saídas de energia;
  • Ao ligar ou desligar um eletrodoméstico da tomada, segure pelo plugue — parte rígida isolante —, nunca puxe pelo fio;
  • Fique atento: usar "Ts" (benjamins) ou extensões de maneira definitiva é perigoso e pode causar curtos-circuitos ou incêndios;
  • É extremamente perigoso subir em postes, torres de alta tensão ou invadir subestações. Mantenha distância de fios caídos ou partidos, previna pessoas de se aproximarem do local e telefone para a Neoenergia Distribuição Brasília (116);
  • Para soltar pipas, procure lugares abertos, afastados da rede elétrica. Além disso, não use cerol ou fio metálico. Se o brinquedo ficar preso em fios elétricos, nunca tente retirá-lo;
  • Não solte pipas em dias de chuva ou de vento muito forte. Em caso de relâmpagos, recolha a pipa imediatamente;
  • Nunca use fios metálicos ou papel laminado para confeccionar a pipa, eles são condutores de energia e podem causar choques capazes de levar à morte;
  • Energizar cercas, muros ou portões pode causar acidentes;
  • Não jogue objetos na rede de energia elétrica, como arames, correntes e cabos de aço. Além de causar interrupção no fornecimento, há risco de acidentes;
  • Antes de se aproximar de árvores para pegar objetos ou colher frutas, observe se há rede elétrica próxima. Nunca aproxime bastões ou hastes a distância inferior a 2,5 metros, pois esses objetos, mesmo de madeira, podem conduzir eletricidade.

Com informações da Neoenergia Distribuição Brasília

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE