investigação

Operação no Entorno prende pessoas relacionadas a Lázaro

Ação com agentes do Distrito Federal e de Goiás prevê o cumprimento de mandados de prisão de suspeitos de crimes na região

Jéssica Moura
postado em 23/07/2021 11:30 / atualizado em 23/07/2021 15:22
Segundo Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública de Goiás, a operação estava planejada há algum tempo -  (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press                                        )
Segundo Rodney Miranda, secretário de Segurança Pública de Goiás, a operação estava planejada há algum tempo - (crédito: Ed Alves/CB/D.A Press )

As secretarias de segurança do Distrito Federal e de Goiás deflagraram, na manhã desta sexta-feira (23/7), a Operação Anhanguera, que integra forças da polícia militar, civil, bombeiros e do sistema prisional dos dois estados para reforçar a segurança nos municípios do Entorno.

Os agentes procuraram foragidos da justiça e cumpriram 37 mandados de busca e apreensão nas cidades goianas. Cinco pessoas foram presas. Entre os presos, até o momento, estão pessoas que teriam ajudado Lázaro Barbosa, direta ou indiretamente. Ele é suspeito de ser o autor da chacina do Incra 9 e passou 20 dias foragido em Cocalzinho de Goiás.

"É uma operação que já vem sendo planejada há algum tempo. Nós tivemos que fazer o start mais rápido por conta da captura daquele sujeito. Hoje estamos fazendo uma nova operação e também trabalhando no rescaldo daquela outra operação", disse o secretário de segurança de Goiás, Rodney Miranda.

A caçada a Lázaro envolveu mais de 270 agentes de forças militares e civis do Distrito Federal e Goiás, além da Polícia Federal e Rodoviária. Durante as buscas, em Girassol e Edilândia, Lázaro ainda invadiu chácaras, roubou carros, fez reféns e trocou tiros com policiais até ser encontrado e morto em Águas Lindas no mês passado.



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE