Investigação

PCDF desarticula associação voltada ao tráfico de drogas em Vicente Pires

Dois jovens foram presos em flagrante, e um adolescente, apreendido. Segundo investigações, o homem mais velho era o líder do grupo e teria montado um ponto de drogas na Vila São José

Darcianne Diogo
postado em 05/08/2021 17:38
Dois homens foram presos em flagrante pela PCDF -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Dois homens foram presos em flagrante pela PCDF - (crédito: PCDF/Divulgação)

Nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira (5/8), policiais da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) deflagraram a operação EX Quadrilha para desarticular uma associação criminosa voltada ao tráfico de drogas. Dois jovens, 25 e 18 anos, foram presos em flagrante, e um adolescente, 17 anos, foi apreendido.

Investigações revelaram que o líder do grupo, o homem de 25 anos, instalou um ponto de venda de drogas, há dois anos, na Vila São José, em Vicente Pires. “O autor estava utilizando menores de idade como 'aviõezinhos'. O outro jovem, de 18 anos, também teria se associado para praticar o comércio ilícito dos entorpecentes”, detalhou o delegado-chefe da 38ª DP, João Ataliba Neto.

Suspeito vendia drogas há, pelo menos, dois anos, segundo PCDF
Suspeito vendia drogas há, pelo menos, dois anos, segundo PCDF (foto: PCDF/Divulgação)

A polícia cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça contra o líder do grupo. Em um dos endereços dele, foram encontradas porções de maconha fracionadas e embaladas para a venda, além de uma porção de cocaína e R$ 2.435. Durante o cumprimento do mandado, os outros dois suspeitos de integrarem a associação estavam na residência. “Apuramos que eles auxiliavam o autor na venda das drogas para quitar dívidas de dinheiro que tinham com o mesmo”, afirmou o delegado.

Os dois maiores de idade foram presos e autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas, ambos com o aumento de pena por envolver adolescentes na prática criminosa. O menor foi apreendido e encaminhado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE