Testagem

Covid-19:11 pessoas testam positivo durante mutirão de testagem

De acordo com o Ministério da Saúde, 217 pessoas fizeram os testes contra covid-19 durante o mutirão de sábado (14/8).

Samara Schwingel
postado em 16/08/2021 14:20
 (crédito: STR / AFP)
(crédito: STR / AFP)

Durante o mutirão de testagem contra a covid-19 realizado na Feira dos Importados, em Brasília, onze pessoas descobriram que estavam infectadas pela doença. De acordo com o Ministério da Saúde, ao todo, 217 voluntários aceitaram fazer testes rápidos de antígeno para avaliar se estavam contaminados. A ação ocorreu durante o último sábado (14/8). 

Participaram equipes do Ministério da Saúde e do Governo do Distrito Federal que realizavam um projeto-piloto de testagem da população. Os 5,1% que apresentaram resultado positivo para a doença foram encaminhados para o isolamento em casa. A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, em apoio ao Ministério da Saúde, disponibilizou dois médicos para emitir atestados aos voluntários que testaram positivo.

O teste de antígeno é um exame imunológico rápido, que avalia a proteína viral do SARS-CoV-2 no organismo. O resultado demora, em média, 30 minutos e pode diagnosticar a infecção viral atual, mas não detecta os anticorpos adquiridos. A utilização desse teste é indicada nos primeiros 7 dias de sintomas, com sensibilidade mais elevada do primeiro até o terceiro dia de sintomas. O teste é coletado diretamente com amostras de swab (cotonete) de nasofaringe.

Pandemia 

O Distrito Federal registrou 16 mortes em decorrência da covid-19 e 498 casos novos da doença neste domingo (15/8). Com as ocorrências, a capital acumula 459.593 infecções pelo novo coronavírus e 9.818 óbitos. Os dados são do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde do DF.


Das vítimas deste domingo, uma tinha entre 20 e 29 anos, quatro de 30 a 39, seis de 40 a 49, uma tinha entre 50 e 59 anos, uma de 60 a 69, e três tinham entre 70 e 79 anos. As comorbidades foram verificadas em nove pessoas. Os agravantes encontrados foram obesidade, imunossupressão, distúrbios metabólicos, pneumopatia, cardiopatia, e outros.

Com relação ao local de residência dos casos, 88,1% moram no DF e 7,1% residem em outras unidades da Federação. A mediana de idade do total de casos confirmados é de 39 anos, e a de óbitos é de 67.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE