Pandemia

Ex-secretário de Turismo, Jaime Recena está internado com covid-19

Segundo familiares, ele está com 50% do pulmão comprometido. Jaime deu entrada no hospital na tarde de sexta-feira (24/9)

Samara Schwingel
postado em 25/09/2021 14:16 / atualizado em 25/09/2021 14:21
 (crédito: Bruno Peres/CB/D.A Press)
(crédito: Bruno Peres/CB/D.A Press)

O ex-secretário de Turismo do Distrito Federal Jaime Recena testou positivo para covid-19. Segundo familiares, ele foi internado sozinho em um quarto de um hospital particular da Asa Norte na tarde de sexta-feira (24/9). 

Recena teve 50% do pulmão comprometido e é diagnosticado com asma, mas a saturação segue sob controle. O ex-secretário já recebeu uma dose da vacina contra a covid-19 e aguarda a data da segunda aplicação. Foi a primeira vez que testou positivo para a doença desde o início da pandemia. 

A família está em oração para que Recena melhore. Ele foi secretário de Estado durante a gestão de Rodrigo Rollemberg (PSB). 

Covid-19 

O DF registrou, nesta sexta-feira (24/9), aumento da média móvel de casos da covid-19. O indicador ficou em 916,7 — 29,2% acima do verificado 14 dias antes e o valor mais alto desde 2 de junho, quando o resultado foi de 937,5. Em relação às mortes, o número chegou a 13,8 — quantidade 11,4% superior à de duas semanas atrás e a mais alta desde 8 de setembro (14,8).

A média móvel resulta da soma dos casos dos últimos sete dias dividida por sete. O indicador é comparado ao verificado duas semanas antes por levar em conta o ciclo da covid-19, que dura, em média, 14 dias. Além disso, para fins de avaliação do avanço da pandemia, a análise desse fator é mais efetiva, pois leva em conta os registros de um período superior a 24 horas.

Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde detalha que a capital federal teve 1.004 novos casos, o que levou o total de infecções para 490,1 mil. A pasta confirmou, ainda, 22 mortes por complicações da doença, registradas desde 10 de abril. Duas vítimas eram de Goiás — Valparaíso e Novo Gama —; as demais, do DF.

A taxa de transmissão da covid-19 ficou em 0,9 e voltou a ter ligeira queda no Distrito Federal. Nessa quinta-feira (23/9), o indicador fechou o dia em 0,91. Quando encontra-se abaixo de 1, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a pandemia apresenta desaceleração.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE