Obituário

Morre o Cardeal Dom José Freire Falcão, arcebispo emérito de Brasília

Na madrugada do dia 24 de setembro, ele teve uma piora em seu quadro respiratório e renal, sendo necessária uma entubação para dar um conforto maior a sua condição

Ana Maria Pol
postado em 27/09/2021 00:15
 (crédito: Reprodução/Arquidiocese de Brasília)
(crédito: Reprodução/Arquidiocese de Brasília)

Morreu, na noite deste domingo (26/9), o Cardeal Dom José Freire Falcão, arcebispo emérito de Brasília. O religioso, que estava internado no Hospital Santa Lúcia, da Asa Sul, por complicações decorrentes da covid-19, faleceu às 22h40. O óbito foi confirmado pela Arquidiocese de Brasília.

O Cardeal foi internado no dia 17 de setembro, como medida preventiva, após testar positivo para a covid-19. Na madrugada do dia 24 de setembro, ele teve uma piora em seu quadro respiratório e renal, sendo necessária uma entubação para dar um conforto maior a sua condição.

Em nota, a Arquidiocese de Brasília lamentou sua morte. “Sua ausência é sentida profundamente por toda a Arquidiocese de Brasília, amigos e fiéis pela marca indelével que S. Emcia. deixou nas numerosas obras pastorais que ensejou durante os vinte anos que governou esta Igreja Particular”. Ainda não há informações sobre o velório e enterro.

Saiba mais

Dom José Freire Falcão foi o segundo arcebispo de Brasília, ao ficar à frente da Arquidiocese entre 1984 e 2004, quando se aposentou. Sempre fiel ao lema episcopal, “In humilitate servire” (Servir na humildade, em italiano), nesse período Dom Falcão ampliou o número de padres e de paróquias do Distrito Federal, preparou a recepção ao Papa em 1991, criou a Casa do Clero e estimulou os movimentos eclesiais.

Dom Falcão, morreu como arcebispo emérito de Brasíli. Ele nasceu em 23 de outubro de 1925 na cidade de Ereré (CE). Desde cedo sonhou em ser sacerdote, no que sempre foi incentivado pela família. Entrou no Seminário da Prainha, em Fortaleza, aos 14 anos, e em 1949, foi ordenado padre.

Depois, em 1967, foi feito bispo, tornando-se pastor da mesma diocese em que havia exercido o sacerdócio por vinte anos: Limoeiro do Norte (CE). Em 1971, tornou-se arcebispo de Teresina (PI), onde permaneceu até 1984, quando foi transferido para Brasília. Em 28 de junho de 1988, Dom Falcão foi feito cardeal, tendo participado, em 2005, dos funerais de João Paulo II e do conclave que elegeu o Papa Bento XVI.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE