Pandemia

Justiça nega pedido de distritais para instauração da CPI da Pandemia no DF

Decisão do Conselho Especial do TJDFT foi tomada nesta terça-feira (19/10). Autores do pedido lamentaram a negativa nas redes sociais.

Samara Schwingel
postado em 19/10/2021 19:44

O Conselho Especial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) negou, nesta terça-feira (19/10), o pedido de mandado de segurança impetrado por deputados distritais que pedia a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a regularidade dos atos praticados pelo Poder Executivo Distrital, especificamente daqueles que geram custos em decorrência da pandemia da covid-19.

O mandado foi impetrado pelos seguintes deputados distritais: Fábio FÉlix (Psol), Arlete Sampaio (PT), Leandro Grass (Rede) e Reginaldo Veras (PDT) contra o presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rafael Prudente (MDB). por não ter instaurado a CPI.  

A decisão do conselho e os motivos ainda não estão disponíveis para consulta. Apesar disso, os autores do pedido lamentaram a negativa nas redes sociais. 

O pedido foi protocolado no TJDFT em 20 de maio deste ano. Na ação, os deputados argumentam que houve contratos com dispensa de licitação sem transparência; falta gestão dos hospitais de campanha; além de compras superfaturadas de testes — que culminou na prisão do alto escalão da Secretaria de Saúde, em agosto de 2020, na operação Falso Negativo.

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE