COVID-19

Covid-19: Ibaneis avalia abandonar uso obrigatório de máscaras

Ao Correio, governador afirmou que a medida está em análise. Interlocutores do GDF afirmam que, até novembro, pode ser que a discussão avance

Samara Schwingel
postado em 22/10/2021 14:27 / atualizado em 23/10/2021 01:08
 (crédito: Franck Fife/AFP)
(crédito: Franck Fife/AFP)

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), avalia abandonar a obrigatoriedade do uso de máscaras na capital. Ao Correio, o emedebista afirmou que a ideia está "em análise". Segundo interlocutores ouvidos pela reportagem, ainda não há uma proposta pronta em pauta, mas o governador teria admitido pensar no assunto. A expectativa interna é que, até novembro deste ano, a discussão avance no Executivo local.

Há alguns dias, Ibaneis chegou a dizer que não pretendia — por enquanto — mudar o decreto que estabelece o uso obrigatório de máscaras no Distrito Federal. Segundo ele, na época, só pensaria no assunto após a capital atingir 70% da população vacinada com, pelo menos, duas doses das vacinas contra a covid-19. Atualmente, o DF tem 49,99% dos 3 milhões de habitantes com o ciclo vacinal completo.

O item de proteção é adotado como medida para evitar a disseminação da covid-19 e obrigatório na capital do país desde abril de 2020. A desobediência ao decreto que trata do uso obrigatório de máscara no DF pode gerar multa de R$ 2 mil a R$ 4 mil. Desde o ano passado, o governo local estimula e fiscaliza o cumprimento da norma — publicada a fim de proteger a população e diminuir as chances de proliferação do novo coronavírus, principalmente em locais fechados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE