Pandemia

DF recebe mais 74,8 mil doses da Pfizer para reforço e para adolescentes

Informação foi divulgada na tarde desta quarta-feira (3/11), pelo governador Ibaneis Rocha (MDB)

Samara Schwingel
postado em 03/11/2021 14:14
As doses serão aplicadas como reforço e em adolescentes aptos a se vacinarem -  (crédito: Chaideer Mahyuddin/AFP)
As doses serão aplicadas como reforço e em adolescentes aptos a se vacinarem - (crédito: Chaideer Mahyuddin/AFP)

O Distrito Federal recebeu, na manhã desta quarta-feira (3/11), mais 74.880 doses de Pfizer, uma das vacinas contra a covid-19. A informação foi divulgada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) nas redes sociais. Segundo ele, as doses serão aplicadas como dose de reforço e primeira dose de adolescentes. 

"Boa tarde a todos! No início da tarde de hoje (3) o DF recebeu 74.880 doses de Pfizer a serem aplicadas da seguinte forma: 49.140 como dose de reforço e 25.740 como primeira dose para adolescentes. Seguimos vacinando a nossa população. Vamos em frente!", escreveu o mandatário

Atualmente, podem se vacinar com a primeira dose adolescentes de 12 a 17 anos e pessoas com 18 anos ou mais. A dose de reforço é restrita para idosos com 60 anos ou mais e profissionais de saúde que tenham, pelo menos, seis meses de segunda dose. No caso dos imunossuprimidos graves e com mais de 18 anos— que também podem receber o reforço — o intervalo entre a segunda e a terceira dose é de 28 dias. 

Covid-19 

Nesta terça-feira (2/11), Dia de Finados, o Distrito Federal registrou o menor número de casos diários de covid-19 do ano. De acordo com os dados do boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde, foram 77 notificações nas últimas 24h. No mesmo período, a pasta registrou oito mortes pela doença.

Com a atualização, foram 515.211 infecções e 10.894 óbitos notificados na capital federal desde o início da crise sanitária. A média móvel de casos está em 168, também a menor de 2021. A variação foi -68,49% quando comparada com 14 dias atrás. A mediana de mortes está em 9, o que indica uma queda de 36,36% em relação às duas semanas anteriores.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE