Violência contra a mulher

Homem procurado há quatro meses por estupro é preso após denúncia de ex-mulher

De acordo com a PCDF, o homem de 49 anos estava foragido desde que estuprou uma mulher de 23 anos em Ceilândia. Na época, a vítima precisou pular do carro completamente nua para se salvar

Correio Braziliense
postado em 13/11/2021 14:01 / atualizado em 13/11/2021 14:04
 (crédito: Divulgação/PCDF)
(crédito: Divulgação/PCDF)

Um homem de 49 anos foi preso por ser suspeito de estuprar uma mulher de 23 anos em junho deste ano em Ceilândia no Distrito Federal. A prisão foi feita na noite desta sexta-feira (12/11), após a ex-mulher dele avisar à polícia que ele havia voltado para casa depois de muito tempo foragido. Durante a ação policial, o homem tentou se esquivar apresentando um nome falso. Porém, ele foi levado à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher 2 (Deam). 

O estupro pelo qual o homem era procurado ocorreu em junho, por volta de 2h da madrugada. Na época, a vítima caminhava pela Avenida Hélio Prates, próximo ao Hotel Brisa, quando foi abordada pelo indivíduo,
desconhecido, que conduzia uma Kombi, e lhe ofereceu carona. Ela tinha como destino a casa de um amigo em Ceilândia. Após alguns minutos de conversa, a vítima aceitou a oferta e entrou no carro.

Durante o trajeto, a mulher percebeu que o homem se desviou do caminho. Ao questioná-lo, ele ficou nervoso e entrou numa estrada de terra próximo da rua que passavam. Nesse momento, o acusado
estacionou o carro, se apoderou de uma tesoura grande de jardinagem e ameaçou a vítima, exigindo que
ela praticasse sexo oral nele e ficasse calada, senão iria matá-la. Durante o ato ele arrancou as roupas da
mulher, que ficou nua. Após as agressões e sob constante ameaça, a vítima conseguiu saltar pela janela do carro.

Quando viu que ela estava fugindo, o homem a atingiu na perna com a tesoura. A vítima, mesmo lesionada e nua, conseguiu correr e pedir ajuda em uma residência próxima, onde foi socorrida.

Buscas 

As investigações foram ininterruptas até a descoberta da autoria do estupro. Durante o processo, foram colhidos elementos que comprovam a materialidade do crime, o que resultou na representação pela prisão preventiva do homem, decretada pela Justiça.

Desde julho desse ano, o autor estava foragido da Justiça e se escondendo da ação policial. No
entanto, nesta sexta, por volta das 23h, a ex-companheira do autor entrou em contato com os
investigadores do caso, afirmando que o homem, depois de muito tempo, estava na casa dela. Ela informou, ainda, que, ao perceber que ela tinha acessado o próprio celular, ele passou a ameaçá-la,
dizendo que iria cortar o pescoço dela, se o denunciasse à polícia.

O plantão policial compareceu ao local, efetuou a prisão do autor pelo crime de ameaça à ex-companheira, e deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva relativo ao procedimento de apuração do estupro, praticado em junho de 2021. Após os procedimentos, ele foi conduzido à carceragem da PCDF.

 

Onde pedir ajuda?

Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência — Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República
Telefone: 180 (disque-denúncia)

Centro de Atendimento à Mulher (Ceam)
» De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h
» Locais: 102 Sul (Estação do Metrô), Ceilândia, Planaltina

Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam)
» Entrequadra 204/205 Sul - Asa Sul
Telefone: (61) 3207-6172

Disque 100 — Ministério dos Direitos Humanos
Telefone: 100

Programa de Prevenção à Violência Doméstica (Provid) da Polícia Militar
Telefones: (61) 3910-1349 / (61) 3910-1350

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE