Violência

Irmãos são presos por tentativa de homicídio em briga generalizada no DF

Vídeo gravado por uma testemunha e obtido em primeira mão pelo Correio registrou o momento das agressões. A vítima, de 34 anos, levou duas facadas no pescoço e tórax 

Darcianne Diogo 
postado em 22/11/2021 14:49 / atualizado em 22/11/2021 14:54
 (crédito: Material cedido ao Correio )
(crédito: Material cedido ao Correio )

Policiais civis da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte) prenderam, no começo da tarde desta segunda-feira (22/11), dois jovens acusados de tentarem matar um homem, de 34 anos, durante briga generalizada em um bar na QNN 23 de Ceilândia, em frente ao Centro Universitário Iesb. O crime aconteceu na noite de sábado (20/11).

Os dois presos são irmãos e, segundo as investigações da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte), um deles teria desferido um soco, enquanto o outro foi o responsável por esfaquear a vítima. Vídeo gravado por uma testemunha e obtido em primeira mão pelo Correio registrou o momento das agressões.

Inicialmente, dois homens aparecem brigando em frente ao estabelecimento, quando outras pessoas surgem e também começam a se agredir. A cena de violência é vista por frequentadores do bar que estão posicionados na porta. Pouco tempo depois, um homem de jaqueta de couro preta e bermuda aparece com um facão e derruba a vítima.

Caído ao chão, o homem é golpeado. Nesse momento, algumas pessoas se desesperam com a cena e, com cadeiras nas mãos, se aproximam para tentar apartar. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBM-DF), a vítima da tentativa de homicídio foi conduzida ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC) com ferimentos no pescoço e no tórax.

A Polícia Militar foi ao local e não localizou os autores das agressões. Várias pessoas que estavam no local da briga foram levadas para a 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro), Central de Flagrantes. O caso, no entanto, ficará à cargo da 19ª DP (P Norte), unidade responsável pela área. Segundo o delegado-adjunto da unidade policial, Thiago Peralva, os acusados responderão por tentativa de homicídio.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE