Pandemia

Covid-19: DF confirma mais dois casos da variante ômicron

Um casal chegou a Brasília em voo direto de Cancún. Um homem que veio do Canadá está sob investigação. Com isso, o DF já tem mais dois casos da nova variante

Samara Schwingel
postado em 17/12/2021 13:51 / atualizado em 17/12/2021 13:58
 (crédito:  Getty Images)
(crédito: Getty Images)

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal identificou, nesta sexta-feira (17/12), mais dois casos positivos da variante ômicron da covid-19. Um casal de viajantes chegou a Brasília na segunda-feira (14/12), em voo direto de Cancún para a capital federal. Os dois ingressaram no DF com teste negativo, mas a mulher fez novo exame, ainda na segunda-feira (13/12), e o resultado foi positivo.  

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde-DF (Cievs-DF) foi acionado pelos viajantes e coletou o teste PCR dos dois. As amostras foram sequenciadas pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen-DF) e o resultado foi divulgado apenas nesta sexta-feira (17/12). As amostras sequenciadas pelo foram encaminhadas ao Instituto Adolfo Lutz, referência pelo Ministério da Saúde, para validação. O homem, com faixa etária de 20 a 29 anos, e a mulher, de 30 a 39 anos, estão com sintomas leves e seguem em isolamento. Ambos estão vacinados com duas doses da Pfizer.

O Cievs-DF aguarda a lista, a ser encaminhada pelo Ministério da Saúde, das pessoas que estavam nesse mesmo voo para monitorar aqueles que se sentaram próximos aos dois viajantes. Com isso, o DF já tem mais dois casos da nova variante. Os dois primeiros pacientes vieram da África e já estão curados

Um outro viajante de voo internacional vindo do Canadá, após ter feito conexão no Panamá, testou positivo para covid-19 nesta sexta e a Saúde investiga se a infecção é da ômicron. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE