Homicídio

Vídeo: jovem é morto a tiros em acerto de contas no DF; suspeito foi preso

Nesta quarta-feira (12/1), policiais civis da 23ª Delegacia de Polícia prenderam o acusado do crime em uma casa em Arniqueiras. Imagens do circuito interno de segurança registraram o assassinato

Darcianne Diogo
postado em 12/01/2022 17:29
Imagens captaram o homicídio no Sol Nascente -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Imagens captaram o homicídio no Sol Nascente - (crédito: PCDF/Divulgação)

Policiais civis da Seção de Repressão aos Crimes Violentos da 23ª Delegacia de Polícia (P-Sul) prenderam, nesta quarta-feira (12/1), um homem, de 24 anos, acusado de assassinar um jovem, de 19 anos, a tiros. O homicídio foi registrado pelas imagens do circuito interno de segurança e mostra o momento em que o autor chega de capacete de moto, se aproxima da vítima e atira. O crime aconteceu em 25 de novembro, em frente a uma distribuidora de bebidas, na Chácara 67 do Sol Nascente (veja vídeo abaixo).

No vídeo, é possível ver a vítima sem camisa e de tornozeleira eletrônica, conversando com o motorista de um carro estacionado, sentado no meio-fio. Poucos segundos depois, por volta das 15h45, um homem de bermuda preta, camisa laranja e capacete aparece, saca uma arma da cintura e atira. As câmeras mostram também o momento em que o autor dispara mais dois tiros nas costas do jovem que já estava ferido no ombro.

A cena é presenciada pelo motorista que permanece dentro do carro estacionado e, após o autor fugir, ele engata a marcha ré e vai embora. Segundo as investigações, autor e vítima se conheciam e, inclusive, participaram de um assalto a uma loja de celulares no Shopping Popular de Ceilândia em 26 de julho. No entanto, ao ser preso, o jovem teria entregado à polícia a participação do autor no roubo, o que teria ocasionado o homicídio.

O homem foi preso preventivamente em uma casa, no Conjunto 03 de Arniqueiras. No local, os investigadores encontraram, ainda, 4kg de maconha, uma arma de airsoft e um colete balístico. Ele responderá pelos crimes de homicídio e tráfico de drogas.

Assalto


Em julho, autor e vítima foram presos depois de renderem funcionários e roubarem uma loja de eletrônicos. Durante a ação, um dos homens ficou com a mochila aberta e recolheu os celulares, enquanto o outro observava a movimentação. O assalto durou menos de um minuto, e a dupla saiu do local e fugiu em uma moto azul. Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal, os dois levaram 10 celulares.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE