VIOLÊNCIA

Jornalista da Globo levou cerca de 10 facadas; pulmão foi atingido

Neste momento, o editor do telejornal DFTV Gabriel Luiz, passa por cirurgia vascular na mão e, após, será encaminhado para a unidade de tratamento intensiva (UTI).

Edis Henrique Peres
Júlia Eleutério
Ana Maria Pol
postado em 15/04/2022 10:20 / atualizado em 15/04/2022 10:23
Gabriel Luiz, repórter da Globo -  (crédito: Instagram/ reprodução )
Gabriel Luiz, repórter da Globo - (crédito: Instagram/ reprodução )

O quadro de saúde do editor do telejornal DFTV Gabriel Luiz, de 28 anos, que foi esfaqueado na noite desta quinta-feira (14/4), no Sudoeste, é grave. Segundo as primeiras informações repassadas pelos investigadores, o jornalista recebeu cerca de 10 facadas, e houve perfurações de órgãos vitais, como pulmão e veias no pescoço e estômago. Neste momento, ele passa por cirurgia vascular na mão e, após, será encaminhado para a unidade de tratamento intensiva (UTI).

  • O jornalista correu cerca de 10m, após ser esfaqueado Reprodução
  • Região no Sudoeste onde repórter da Globo Gabriel Luiz mora e foi esfaqueado Marcelo Ferreira/ CB/ D.A Press
  • Região no Sudoeste onde repórter da Globo Gabriel Luiz mora e foi esfaqueado Marcelo Ferreira/ CB/ D.A Press
  • Vídeo mostra suspeito de atacar o jornalista Gabriel Luiz, da TV Globo, no Sudoeste Reprodução/PCDF
  • Gabriel Luiz, repórter da TV Globo, é esfaqueado no Sudoeste Reprodução/TV Globo
  • Gabriel Luiz, repórter da Globo Instagram/ reprodução
 

 

Gabriel corre risco de morte porque os órgãos estão muito sobrecarregados. "O Gabriel chegou em estado muito grave e perdeu muito sangue. Ele teve perfurações no pescoço e abdômen. Furou o pulmão e o diafragma. Teve uma lesão no fígado e no estômago e teve uma lesão no pâncreas. Todas as lesões abdominais foram controladas e drenadas", informaram.

Segundo as informações enviadas à reportagem, o jornalista tem 99% de chance de desenvolver uma fístula no pâncreas. Por isso, a equipe médica decidiu manter um dreno no tórax e no abdômen. "A lesão no pâncreas foi em grau 2, e é preciso cuidado para não desenvolver uma fístula, que pode causar uma infeção. Por isso o uso do dreno." O estômago também está em observação para evitar futuras infecções.

Ainda na manhã desta sexta-feira (15/4), Gabriel passou por uma cirurgia no pescoço. A faca perfurou duas veias muito grossas e de relevância vital. Além disso, o jornalista teve uma lesão em uma artéria da mão, que está sendo avaliada pela equipe. "O quadro está estável, mas muito grave, é preciso ter paciência. Ele vai continuar entubado até que o pós operatório seja observado em questão de infecção, resposta do corpo. A equipe está otimista", informou.

Em nota, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (Iges-DF) confirmou que o jornalista está no Hospital de Base. "O Iges-DF vem prestando, desde o primeiro instante, assistência e realizando os procedimentos necessários ao quadro", reiterou. Segundo o instituto, o boletim médico só poderá ser encaminhado após autorização escrita por parte da família, que já está sendo contatada pelo Serviço Social do Hospital.


Investigações do ataque ao jornalista

Ao Correio, o delegado-chefe adjunto da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro Velho), Douglas Fernandes, explicou que a investigação não descarta nenhuma hipótese. "Nem a possibilidade de tentativa de homicídio nem de roubo está descartado. O celular dele não foi encontrado, mas ainda não descartamos nenhuma linha de investigação. Por enquanto, o que sabemos, é que há esses dois homens suspeitos", explica o delegado.

O circuito de segurança de um dos prédios flagrou, por volta de 23h15, Gabriel caminhando na CCSW 4 do Sudoeste. Na sequência, aparecem dois homens seguindo o jornalista. O estado de saúde de Gabriel é grave, porém estável. Ele foi ferido, segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) no abdômen, no pescoço e na perna esquerda. Qualquer informação, a polícia pede para que a população acione o 197.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE