Mobilização

Parque da Cidade tem ato pela paz mundial no domingo de Páscoa

Concentração acontece no estacionamento 10 do Parque da Cidade, ao lado do busto do líder pacifista indiano Mahatma Gandhi

Ana Maria Pol
postado em 16/04/2022 14:00 / atualizado em 16/04/2022 14:11
 (crédito: Vinicius de Melo/Agência Brasilia)
(crédito: Vinicius de Melo/Agência Brasilia)

A paz mobiliza e sensibiliza. É um objetivo de vida perseguido pela maioria dos indivíduos do planeta. Ao redor do mundo, é comum ver passeatas e movimentos pelo fim da guerra, com o intuito de proporcionar reflexão acerca da importância da paz. No Distrito Federal não é diferente. No domingo de Páscoa, moradores e turistas da capital federal são convidados a participarem de um ato em prol da Paz Mundial. A concentração será ao lado do busto do pacifista Mahatma Gandhi, no estacionamento 10 do Parque da Cidade, onde o público será convidado a refletir sobre a importância do tema.

O evento tem início às 7h30 e tem como finalidade nutrir uma cultura de paz baseada na comunicação não violenta, na tolerância, na compaixão, na solidariedade e na mútua ajuda. Dentre as instituições que apoiam a iniciativa e estarão presentes, estão a União Planetária, Universidade Internacional da Paz, Embaixada da Paz, Projeto Yoga em Brasília, Projeto Picnik, Grupo Reiwa de Taicô (Tambores Japoneses) e o Movimento Global de Autoconhecimento e Mútua-Ajuda (Mogauma).

Na primeira edição do evento haverá longa e diversificada programação. Dentre as atividades, aula de yoga e apresentação do grupo de tambores japoneses Taikô Reiwa. O encerramento do ato está previsto para as 10h25. Veja a programação abaixo: 

 

Local: estacionamento 10 do Parque da Cidade

7h30: Aula de Yoga - Projeto Yoga em Brasília (celebração do aniversário de 10 anos);


8h30: Início do Ato em prol da Paz Mundial;


10h: Apresentação do Grupo de Taikô Reiwa (tambores japoneses);


10h15: Vibração pela Paz Mundial;


10h25: Encerramento.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE