Brasilienses comemoram devoção ao padroeiro das causas urgentes

Comemorado na terça-feira, 19, o Dia de Santo Expedito comoveu fiéis de todas as idades em orações, pedidos e agradecimentos

Paulo Martins*
postado em 19/04/2022 22:58 / atualizado em 19/04/2022 22:58
Fiéis compareceram a paróquia do santo guerreiro. Entre orações, crentes exaltam exemplo religioso -  (crédito: Paulo Martins)
Fiéis compareceram a paróquia do santo guerreiro. Entre orações, crentes exaltam exemplo religioso - (crédito: Paulo Martins)

Protetor dos jovens e enfermos, Santo Expedito é figura querida pelos católicos. Nesta terça-feira (19/4), milhares de brasilienses se uniram em oração para celebrar o dia dedicado ao guerreiro sacro, conforme o calendário religioso. Na Paróquia São Miguel Arcanjo e Santo Expedito, da 303/304 Norte, os devotos compareceram para homenagear e agradecer aquele que também é conhecido como santo das causas urgentes.

  • João Gonçalves, em prece, acendeu uma vela em agradecimento ao santo das causas imediatas Paulo Martins
  • O João Pedro e a mamãe Danúbia Melo aproveitaram a missa de Santo Expedito para fazerem pedidos ao santo das causas urgentes. Paulo Martins
  • O Padre Marcelo José, pároco da Igreja São Miguel Arcanjo e Santo Expedito, sente-se positivo em relação ao retorno dos fiéis à igreja, após a pandemia Paulo Martins

O pároco responsável pela celebração, Padre Marcelo José, 55 anos, fala do exemplo do antigo guerreiro romano, do século III, que viveu de excessos até se converter ao cristianismo. "As pessoas buscam os santos como um exemplo a ser seguido", detalha.

Ele explica que os santos dentro da Igreja Católica são referenciais. "O próprio Cristo disse: sedes santos como vosso Pai celestial é santo. Talvez seja um desafio muito grande, talvez uma loucura ou algo impossível, mas temos uma referência em meio a tantos desafios, incertezas e inseguranças", justifica.

O aposentado João Gonçalves, 56, fez questão de comparecer e colocar seus reconhecimentos em dia. "Todos os anos eu venho agradecer por graças de anos anteriores. Tenho muita fé e venho na data dele e esporadicamente agradecer por tudo que ele tem feito", declara.

Até fiéis de outras paróquias fizeram questão de garantir uns pontinhos com o santo. O casal Irineu de Oliveira, 71, e Inês Torres, 64, foram a uma das missas programadas. "Se precisa resolver algo agora, fala com ele, que ele resolve", diz Irineu. Para Inês a trajetória de um homem transformado pela fé é inspiradora. "Como exemplo de conversão, ele (Santo Expedito) nos move a nos convertermos hoje. Ele se converteu de imediato, sendo um grande exemplo para seguirmos", completa.

E como a fé não tem idade, a bancária Danúbia Melo, 29, compareceu à igreja com o filho João, de três anos. Para ela, a religiosidade vai de geração para geração. "A gente veio porque ele tem uma grande admiração por santos mais guerreiros. Ele é protetor das forças auxiliares, nos ajuda a pedir por uma conversão mais verdadeira e imediata", diz a mãe.

Com o fim das restrições impostas pela covid-19, as comemorações tiveram ainda mais significado para a comunidade, que pôde se reunir mais tranquilamente. "Tenho percebido que as pessoas estão voltando para a igreja depois da pandemia, do lockdown, de ficarem em casa e isoladas das pessoas que amam. Elas estão voltando com uma nova força e energia, com mais vigor e isso tem me encantado muito", avalia o padre Padre Marcelo José.

*Estagiário sob a supervisão de Juliana Oliveira

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE