Acidente

Grávida e adolescente mortas em acidente na Epia serão enterradas nesta quarta

Cynara Maria Lacerda Alves, 32 anos, grávida de 9 meses, e a filha Talita Alves Lemos, 12, morreram após o carro em que estavam colidir com outros veículos no domingo de Páscoa

Correio Braziliense
postado em 20/04/2022 12:38
Cynara Maria Lacerda Alves, 32 anos, estava grávida de 9 meses. -  (crédito: Instagram/Reprodução)
Cynara Maria Lacerda Alves, 32 anos, estava grávida de 9 meses. - (crédito: Instagram/Reprodução)

A grávida e a adolescente mortas no grave acidente de trânsito na noite de domingo (17/4), na Epia Sul, na altura da Quadra 26 do Park Way, vão ser enterradas na tarde desta quarta-feira (20/4). O velório está marcado para começar às 14h30, e o sepultamento previsto para 17h30, no cemitério Campo da Esperança, de Planaltina.

Cynara Maria Lacerda Alves, 32 anos, grávida de 9 meses, e a filha Talita Alves Lemos, 12, morreram após o carro em que estavam colidir com outros veículos por volta das 20h30 do domingo de Páscoa. O carro seguia na Epia Sul, no sentido Gama para o Plano Piloto. O caso está sob responsabilidade da 11ª Delegacia de Polícia (Núcleo Bandeirante) e uma das linhas de investigação indica que um "racha" entre dois veículos, que fugiram do local, pode ter causado o acidente que envolveu mais dois carros.

Relembre o caso

O acidente de trânsito que vitimou Cynara, Talita e o bebê envolveu outros quatro carros. De acordo com registros da ocorrência policial, dois veículos passaram em alta velocidade pela Epia Sul, no sentido Gama. Os condutores aparentavam participar de um "racha". "Estavam ultrapassando os demais veículos na via e trocando repentinamente de faixa", relata a ocorrência. Em determinado momento, os dois carros colidiram com outros três que passavam pelo local.

A gestante ficou presa às ferragens do veículo em que estava, com as duas filhas, o marido e o cachorro Thor, um American Bully de 2 anos. A família morava em Planaltina. Cynara foi retirada das ferragens pelo socorro e, mesmo sem vida, foi levada ao Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) pela equipe médica, para tentar salvar o bebê, mas sem sucesso.

Talita sofreu uma parada cardiorrespiratória no local do acidente, de acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF). Ela foi submetida a manobras de ressuscitação por mais de uma hora e não resistiu. Nathalia, 13, a filha mais velha de Cynara, estava inconsciente e em estado instável. Ela foi levada ao Hospital de Base.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE