Naufrágio

Lancha afunda no Lago Paranoá, próximo ao cais do Clube Cota Mil

O primeiro resgate dos nove ocupantes da embarcação foi feito por duas lanchas que estavam próximas e, logo em seguida, o Corpo de Bombeiros assumiu o trabalho

uma Lancha afunda no Lago Paranoá, próximo Clube Cota Mil -  (crédito: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF))
uma Lancha afunda no Lago Paranoá, próximo Clube Cota Mil - (crédito: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF))
postado em 06/01/2024 20:36 / atualizado em 06/01/2024 22:16

Uma lancha naufragou neste sábado (6/1), no Lago Paranoá, próximo ao cais do Clube Cota Mil, Asa Sul. Segundo informações do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), o primeiro socorro aos ocupantes da embarcação foi feito por duas lanchas que estavam próximas e, posteriormente, o Corpo de Bombeiros assumiu o resgate e o atendimento às vítimas.

Na lancha havia nove adultos (três homens e seis mulheres), contando com o piloto. Duas senhoras foram atendidas pelas equipes do CBMDF com ferimentos leves e todos estavam conscientes, orientados e estáveis, sem indicação de transporte para unidades hospitalares.

Lancha afunda no Lago Paranoá, próximo ao cais do Clube Cota Mil, Asa Sul.
Lancha afunda no Lago Paranoá, próximo ao cais do Clube Cota Mil, Asa Sul. (foto: Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF))

O Corpo de Bombeiros foi acionado por meio do 193 para o resgate de pessoas que ficaram à deriva no Lago Paranoá, após uma embarcação de aproximadamente 30 pés, afundar no espelho d'água. A lancha saiu do Clube ASCAD e naufragou a aproximadamente 250 metros do pier do Clube Cota Mil.

Ainda não há informações sobre o que provocou o naufrágio. A Marinha do Brasil foi acionada para investigar as causas do acidente.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->