Presidente dos EUA

Vitamina D? Especialista explica tratamento de Trump contra a covid-19

Tratamento deve ter uso de outros medicamentos, como antiviral, anticoagulante, colchicina e dexamentazona

Roger Dias
postado em 03/10/2020 07:52
 (crédito: MANDEL NGAN/AFP)
(crédito: MANDEL NGAN/AFP)

Infectado pelo coronavírus nesta sexta-feira em Washington, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi submetido a um tratamento pouco usual para pacientes com a doença. De acordo com documento divulgado pela Casa Branca, o presidente está sendo tratado com vitamina D, zinco, famotidina, melatonina e aspirina.

Um dos defensores da cloroquina, remédio não recomendado pelas autoridades de saúde, Trump curiosamente não está usando o medicamento. Desde o início da pandemia, ele defendeu a droga em várias oportunidades: "Eu tomo, muitos médicos tomam. Espero que encontrem alguma resposta (contra a COVID-19), mas acho que as pessoas devem ser autorizadas (a tomar)".

O Estado de Minas ouviu a professora Jordana Coelho dos Reis, do departamento de microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), para entender qual o tratamento submetido pelo presidente. A especialista afirmou que, além da vitamina D, é necessário que seja receitado um antiviral no controle da doença.

“O que ele fez foi uma reposição de vitaminas num tratamento sintomático para combater febre. Se o indivíduo não tiver deficiência de vitamina D, não se justifica o tratamento. Ainda não temos um protocolo padrão de coronavírus. Temos várias drogas testadas e outras em estudo. Até agora, é preciso que haja um antiviral no tratamento. O mais eficaz até agora é o rendivisir, usado para pacientes casos graves. O curioso é que, quando apareceu esse medicamento no mercado, o Trump comprou todo o estoque”.

Ela explica a função do uso de vitaminas nos indivíduos: “As vitaminas são importantes para o desenvolvimento de uma resposta imune no indivíduo. Se ele não tiver necessidade de usá-la, não é necessário usá-la”

Jordana cita ainda outros medicamentos que ajudam no tratamento da COVID: “Para um tratamento completo de coronavírus, é necessário um tratamento com antiviral, heparina (anticoagulante), colchicina e dexamentazona”.

Trump foi encaminhado a um hospital como medida de precaução contra o coronavírus. Segundo a Casa Branca, Trump será atendido no Centro Médico Militar Walter Reed, perto da capital Washington. Imagens da televisão americana mostraram o presidente caminhando, sem aparentar maiores dificuldades, até o helicóptero que o levou ao hospital. Poucos minutos depois, ele chegou à unidade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação