SAÚDE

Dores constantes e mudanças no corpo: os sinais de alerta do câncer

Enxaquecas, manchas, caroços e feridas que não cicatrizam. Todos precisam ficar atentos aos sintomas que parecem pequenos, mas podem ser algo muito mais sério

Correio Braziliense
postado em 21/12/2021 20:47
Segundo especialista, é fundamental fazer os exames, investigar os pequenos problemas de saúde e adotar um estilo de vida mais saudável -  (crédito:  Lucas Pacífico/CB/D.A Press)
Segundo especialista, é fundamental fazer os exames, investigar os pequenos problemas de saúde e adotar um estilo de vida mais saudável - (crédito: Lucas Pacífico/CB/D.A Press)

Um produtor musical, morador de Santa Maria, começou a sentir dores de cabeça, que passavam por algumas horas após o uso de analgésicos, mas voltavam. Uma mulher de 56 anos, residente no Guará II, com autismo, colocava gelo no seio esquerdo por conta de uma vermelhidão levemente dolorida. Esses são casos reais recentes que estão em tratamento, após, em ambos, serem constatados a existência de tumores.

“É preciso se conhecer, ter consciência e atenção, observar seu corpo para poder notar as mensagens que ele está enviando. Prestar atenção nos detalhes e perceber se existe algum sintoma persistente, como uma dor de cabeça constante, ou aquela mancha no corpo que está aumentando, uma febre persistente ou até uma falta de apetite constante e sem justificativas”, explica a oncologista Milena Couto, do Centro de Câncer de Brasília (Cettro). “Todos esses sinais podem parecer pequenos, mas a prevenção e o diagnóstico precoce são sempre a melhor escolha”, completa.

Às vezes, os primeiros sintomas do câncer podem se sobrepor aos de doenças ou lesões muito mais comuns. Os jovens podem ficar prostrados, doentes ou apresentar inchaço ou feridas que podem mascarar os primeiros sinais de câncer.

Em alguns casos, porém, a especialista enfatiza que não dá para esperar os sintomas aparecerem, como os tumores na mama e na próstata. “São exemplos em que há programas de rastreamento capazes de detectar a doença em estágios iniciais com altíssimas taxas de cura”, alerta.

Ainda de acordo com a médica, é fundamental fazer os exames, investigar os pequenos problemas de saúde e adotar um estilo de vida mais saudável. “Alie o seu autocuidado ao acompanhamento médico. Você é o maior responsável pela sua saúde”, sugere.

Sinais importantes

Muitos sintomas são provocados por outras doenças e não pelo câncer em si. Ainda assim, se apresentar algum desses sinais, especialmente se eles não desaparecerem e começarem a se agravar, converse com um médico para que a causa seja diagnosticada e, se necessário, iniciado o tratamento.

- Protuberância anormal ou inchaço no pescoço, mama, abdome, testículo ou em outro local do corpo.
- Cansaço inexplicável e perda de energia.
- Hematomas frequentes
- Sangramento anormal
- Dor contínua
- Febre ou sintomas inespecíficos que não melhoram
- Dores de cabeça frequentes, muitas vezes com vômitos
- Alterações na visão ou mudanças repentinas de comportamento
- Perda de apetite ou perda de peso não planejada
- Aparecimento de pintas novas ou manchas na pele, que mudam de tamanho, forma ou cor
- Dependendo do tipo de câncer, outros sintomas também são possíveis

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE