Por: Thiago Sodré

Imperatriz e Viradouro são as favoritas ao título do Carnaval 2024

Pelo menos é o que diz duas casas de apostas

Escolas de Samba -  (crédito: Foto divulgação)
Escolas de Samba - (crédito: Foto divulgação)
postado em 09/02/2024 02:06 / atualizado em 09/02/2024 02:09

 



Está chegando a hora! Depois de um ano inteiro de preparação, as 12 escolas de samba do Grupo Especial vão disputar, entre domingo e segunda-feira, o título do Carnaval 2024 do Rio de Janeiro.

O Maior Espetáculo da Terra sempre reserva surpresas, já que um samba pode acontecer no dia do desfile ou problemas podem atrapalhar a evolução das escolas. No entanto, algumas escolas chegam ao Sambódromo com status de favoritas, o que pode ser explicado pelos resultados recentes, estrutura, equipe e capacidade de investimento.

 

Assim, o Odds Scanner analisou as competidoras deste ano, assim como as indicações das casas de apostas, e adianta as três favoritas ao título.

Imperatriz Leopoldinense

Atual campeã do Carnaval do Rio de Janeiro, a Imperatriz encerrou seu jejum de 22 anos com o título no ano passado e tem boas chances de alcançar sua 10ª conquista este ano, com uma apresentação sobre a cultura cigana e levando o samba “Com a sorte virada pra lua segundo o testamento da cigana Esmeralda” na Avenida.


Uma das explicações para o otimismo com a Imperatriz é o fato de ter Leandro Vieira como carnavalesco, considerado por muitos o melhor da atualidade. Com apenas 40 anos, Leandro é tricampeão do Carnaval Carioca, tendo vencido com a Mangueira em 2016 e 2019. Além disso, ainda tem dois títulos do Acesso.

Em entrevista, Leandro prometeu surpresas na Sapucaí, em que vai contar a história de um cordel escrito por Leandro Gomes de Barros, poeta paraibano há mais de 100 anos. O samba, interpretado por Pitty de Menezes, foi elogiado no Pré-Carnaval e pode agitar o público.

 

Viradouro

Ao lado da Imperatriz, a Viradouro chega como a outra favorita para vencer o Carnaval em 2024. Depois de alguns anos no Grupo de Acesso, a escola se reestruturou e, desde 2019, quando voltou ao Grupo Especial, se posiciona entre as três primeiras colocadas. Em 2020, ficou com o título.

 

Em movimento surpreendente, a escola de Niterói trocou Zé Paulo Sierra, que tinha grande identificação com a torcida, por Wander Pires, vencedor do Estandarte de Ouro com a Tuiuti em 2023. Pires já puxou o samba da Viradouro em 2010 — ano do seu rebaixamento.

Tarcísio Zanon, que foi campeão em 2020 ao lado de Marcus Ferreira, segue assinando o desfile da escola. Ele recebeu notas máximas em todos os quesitos em que teve participação direta em 2023 e pode buscar o bicampeonato no Sambódromo neste ano com “Arroboboi, Dangbé”.

 

Chances de vitória segundo casas de apostas

É claro que, apesar do favoritismo da Imperatriz e da Viradouro, outras escolas também podem conquistar o título, apesar de aparecerem mais abaixo nas casas de apostas e na opinião dos especialistas.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação